SEXTA-FEIRA 13 #54 – Matador de Unicórnios, de Juscelino Neco

Início/Destaques, Leia!, Sexta-feira 13/SEXTA-FEIRA 13 #54 – Matador de Unicórnios, de Juscelino Neco
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta

Tudo estava bem até ele se descobrir um psicopata e te levar por dentro da sua visão doentia de mundo.

Uma leitura para lá de bizarra

Se você pretende se aventurar por Matador de Unicórnios, de Juscelino Neco, saiba de antemão que estará entrando na mente de um homem louco. Você vai encarar muita coisa bem pesada e sim: muito sangue e tripas. 

Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta

Matadouro de Unicórnios – Juscelino Neco – Editora Veneta

Publicação da Editora Veneta, o quadrinho é todo em preto e branco, apesar de que ao final, independentemente, sua mente só vai ver o vermelho sangue do roteiro! Bem sinistro e pesado. A violência aqui está presente, principalmente contra mulheres, então segue o aviso de gatilho.

A mente de um serial killer 

Sua parada nesta leitura é exatamente dentro da mente de um serial killer. Sem aliviar um minuto sequer, vemos como ele descobre seu lado obscuro e louco. 

Abarrotado de preconceitos e cheio de problemas, esta é a mente de Gonçalo, um escritor sem muito talento e ferrado na vida. Por uma casualidade, ele percebe que não possui nenhuma amarra moral ou ética para matar alguém. 

Quando começa, sua degeneração, ele desce aos mais variados níveis e se mostra como o monstro que é. Não é uma leitura para qualquer um, dado os temas que acabam sendo tocados, mas funcionará para muitos como um escapismo absolutamente insano. 

Considerações finais

A arte de Juscelino Neco é simples, mas forte. Seu traço acaba por enredar o leitor e soma à trama. Apesar de lermos fazendo um juízo de valor, o enredo literalmente não está preocupado com isso. Gonçalo é um reflexo de gente que existe neste mundo brutal que vivemos, quer gostemos ou não. Precisamos apenas encontrar esses caras, trancafiar e jogar a chave fora!

Mas não adianta eu falar mais nada. A decisão final é sua. Matador de Unicórnios segue sua trilha insana, como todos os serial killers levam suas vidas sem levantar suspeitas. 

Cabe você ler e aguentar até o final!

Tô LendoAlgumas imagens!
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta
Matadouro de Unicórnios - Juscelino Neco - Editora Veneta

Este talvez tenha sido o quadrinho mais pesado que já trouxe para a coluna. Curtiu? Prefere coisas mais leves? Comenta ai e vamos conversar.

Daniel Braga

Por: Daniel Braga

Pai de uma mulher, nerd, analista de sistemas especializado em infraestrutura, poeta, board game designer e sommelier de cervejas. Adora jogar board games e ouvir jazz anos 30/40, Dead Can Dance e rock and roll. Curte muito o gênero de horror e tudo relacionado, principalmente as boas leituras como Lovecraft, Blackwood, Machen e muitos outros.

2021-05-07T20:53:53+00:00 7 de maio de 2021|0 Comentários