SUPER GIRO #74

Superfolia

Semana de carnaval. Por muitos anos se acreditou que nerds e foliões eram inimigos. Eu sempre fui contra essa crença. Lembro que nos anos 90, quando estava na universidade, me chamaram para jogar RPG pela primeira vez. Fui lá. Gostei da experiência e do grupo. Perguntaram se eu gostaria de jogar com eles toda semana. Eu disse que sim, mas questionei sobre o fim de semana seguinte, que seria de carnaval. Eles responderam “Aí que é melhor! São vários dias pra gente jogar direto!”. Foi quando me afastei da possibilidade de ser um grande RPGista, porque pra mim carnaval era ir pra bailes em clubes e blocos de rua.

Atualmente, já casado e com filho adolescente, não tenho a mesma disposição (e nem as motivações) pra pular carnaval nas ruas, nem mesmo pra ser folião passivo nos desfiles das escolas de samba. Mas uma atração carnavalesca ainda me atrai no Rio de Janeiro. E, por ironia, ela tem tudo a ver com o mundo nerd. Curto ir até a praça Xavier de Brito, na Tijuca, e conferir o bloco Marcha Nerd. Não me meto lá no meio da galera pra dançar músicas de seriados e desenhos japoneses e videogames. Vou só pra conferir as fantasias dos foliões, todas inspiradas na cultura pop. É um verdadeiro baile cosplay a céu aberto. Minha dica para quem acompanha a coluna e está por aqui, nessa terra quente e sem água de qualidade, é dar um pulo no Marcha Nerd neste domingo de carnaval, dia 23, a partir das 14h, e se impressionar com a galera que vai fantasiada de personagens dos mais icônicos aos mais desconhecidos. Tem muito improviso divertido, mas também tem superprodução digna de concurso internacional de cosplay.

Foto Madson Gama / O Globo

E por falar nisso, lembrei que sempre me irritei com leigos que chamam traje de super-herói de “fantasia”. Eu corrijo mentalmente “Não é fantasia, cacete! É uniforme ou traje!”. Mas diante de alguns personagens, fica até difícil defender as roupas de serem algo que se aproxima de indumentária carnavalesca. Procurando pela internet, achei um interessante site que permite votação nos piores trajes dos quadrinhos. Tem cada coisa ali que mais parece figurino de carnaval mesmo, como o B´wana Beast.

Mas não é só herói obscuro da DC que está ali ranqueado, não. Rola até herói mutante famoso da Marvel, inclusive Vingadores que passaram por uma fase de gosto duvidoso. Taí o link para o desfile de horrores: www.ranker.com/list/worst-superhero-costumes/whitneysmoore.

Então fica a dica para o ano que vem: Escolher um desses trajes ridículos do ranking e se vestir com essa roupinha no Marcha Nerd de 2021. Mas sem purpurina, que quando é lavada acaba indo pro mar e pode fazer mal ao Aquaman e seus amigos.

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2020-02-22T14:29:35+00:00 22 de fevereiro de 2020|0 Comentários