SUPER GIRO #64

Teorias Que Viraram Cinzas

Vingadores: Ultimato estreou na semana passada. Mas esta semana ainda foi dominada por comentários, elogios, dúvidas sobre viagem no tempo e teorias sobre o que vem por aí no MCU. Sim, muita gente saiu do cinema com suspeitas de furo de roteiro e especulações sobre o que deve vir nos próximos filmes e até nas novas séries do MCU. Eu mesmo não tinha sacado tudo quando gravei o mais recente vídeo dos Três Elementos. Falei algumas besteiras até, como vocês podem conferir. Atenção, tá cheio de spoilers, assim como este texto inteiro:

Mas nos comentários do vídeo, fui trocando ideia com algumas pessoas que prestaram mais atenção em detalhes ou que leram textos elucidativos sobre o que rolou. Dois textos em especial deixaram as coisas mais claras para mim. Uma delas foi uma entrevista dos irmãos Russo a um site chinês, que o Omelete publicou em português. Pra mim, valeu muito para saber que o Capitão envelheceu em outra timeline que não a nossa. Claro, faz todo sentido, porque a Peggy Carter da nossa timeline casou e teve filhos. Então ao botar os pés em um ponto do passado e aparecer para sua amada, Steve Rogers criou uma realidade nova, de onde pulou no fim da vida pra vir para a linha principal. Mas como o Capitão foi parar ali no banco, já velhinho, se era preciso usar uma máquina para ir para o futuro, além da partículas Pym?

Bom, aí aceito a explicação de um roteirista gringo que mandou muito bem em uma análise publicada pela Forbes. Um show de compreensão de regras propostas no roteiro desta bela peça da Disney. Tá aqui o texto do Mark Hughes, em inglês.

Dito isto, que é assunto sério, vamos para a parte engraçada que essa coluna tanto gosta de publicar. Imagino que todo mundo tivesse uma teoria sobre o que aconteceria em Vingadores: Ultimato. Ou que tenha lido por aí algumas coisas que hoje parecem até engraçadas. Eis algumas:

– Essa foi piada, claro. Mas vale começar por ela: O Homem-Formiga entraria no orifício anal de Thanos e se expandiria, destruindo o titã louco. Legal, mas só valeria mesmo em Vingadores: Guerra Infinita. Em Ultimato, só serviria para vingar metade da Humanidade, pois estourar Thanos não traria ninguém de volta. A coluna já até pôs em dúvida se Thanos realmente explodiria com Scott Lang em modo supositório.

– Ninguém morreu realmente com o estalar de dedos de Thanos. Estava todo mundo (ou metade do universo) preso dentro da Joia da Alma. Era só dar um jeito de viajar pra lá ou de a destruir para que todo mundo voltasse para a vida. A gente viu que não era nada disso, mas eu ainda acho que corre o risco de resgatarem a “nossa” Viúva Negra na pedra que está na timeline onde Capitão devolveu a Joia Da Alma ao Caveira Vermelha (ou só jogou lá na abismo de Vormir). Só que é ruim de isso ser o plot do vindouro filme solo da espiã russa. Aposto que será um filme de aventura, nada tão esotérico. E no passado, provavelmente.

– O Flerken, mostrado em Capitã Marvel, seria a chave para o resgate das pessoas presas na Joia da Alma. É, porque o “gato” tem uma dimensão dentro de si. Ele seria uma espécie de portal dimensional. Você entra na boca do bichinho, pega a direita, vira à esquerda depois do cadáver kree e sai na Joia da Alma. Sem comentários.

– Capitão América termina o filme dentro da Joia da Alma, dançando com Peggy Carter. É, não lembro onde ouvi essa. Acho que foi algum amigo meu. Até achei viável, pois apostava que o Capitão não estaria mais entre nós, por razões contratuais de seu intérprete. Uma forma bonitinha de se livrar dele, sem o trauma de sua morte. Mas a Marvel encontrou uma maneira mais legal de não tê-lo em suas aventuras, que foi deixar o bandeiroso ainda vivo, mas velhinho. O personagem pode até continuar sendo citado, ou mandar mensagens em áudio pelo Whatsapp com orientações táticas. Ou Telegram.

– O Homem-Formiga ia escapar do reino quântico saindo pelo tempo errado. Ele iria para o passado e avisaria para os Vingadores o que estava para acontecer. Aí eles fariam uma busca pelas joias, antes de Thanos as conquistar. Essa eu vi num vídeo com um cara que jurava que um dos trailers do filme mostrava uma data antiga no monitor em que Scott aparecia pedindo para falar com os Vingadores. Acreditei ser possível, até porque a Vespa original avisava para Scott ter cuidado com vórtices temporais no Reino Quântico, na hora em que ele foi para lá. Garoteei.

– Thanos seria atraído pelos Vingadores para dentro do Reino Quântico, onde seria derrotado e abandonado. É, legal. Mas um filme todo dentro do “microverso” seria um pouco chato, né? Teve gente no Reddit apostando também que seria através do Reino Quântico que as pessoas voltariam da morte, já que Jane Foster conversou com o Dr. Eir, em Mundo Sombrio, sobre a Forja da Alma, que seria um “gerador de campo quântico que transfere energia molecular de um lugar para o outro”. Science, bitch! Só que não.

– Loki não tinha morrido nas mãos de Thanos. Ele estava disfarçado de Banner. E por isso ele não conseguia virar o Hulk. É, essa foi bem longe. Nem acreditei. E não serve pra explicar derrota de Thanos.

– A Capitã Marvel, sendo a personagem mais poderosa do MCU, viria para derrotar Thanos. Tá, mas como isso traria todo mundo de volta? Ela chegaria, meteria a porrada no titã e tomaria sua manopla para fazer um novo estalar de dedos? Meio demais, né? Girl Power em excesso. A história precisava de uma solução em equipe, então não achei que seria por aí. Vimos que Carol poderia sim detonar Thanos sem sua manopla, mas duvido que daria para encarar o vilão de posse das seis joias.

– Quando os mortos voltassem, veríamos o efeito reverso das cinzas se espalhando. As cinzas voltariam a formar pessoas. Veríamos todo mundo retornando, não só os heróis, mas também pessoas comuns. Entre elas, Stan Lee. Uma linda forma de homenagear uma das maiores mentes da Marvel. Essa ideia foi proposta por um colega meu de redação, Marcelo Martinez. Achei maneiríssima, pena que não rolou. Mas fica aí a imagem para fechar a coluna.

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2019-05-03T20:06:16+00:00 3 de maio de 2019|0 Comentários