SUPER GIRO #55

Nova Arma

Essa foi uma semana sem grandes acontecimentos. Algumas revelações de elenco de grandes produções aqui, uns boatos ali e definições de datas de lançamento acolá. Talvez a notícia mais importante mesmo, com algum impacto no mercado cultural nerd, tenha sido a contratação de James Gunn para a sequência de Esquadrão Suicida. Sim, um dos mais brilhantes nomes que passaram pela Marvel mudou de time e foi parar na DC.
Já rolaram elogios até de David Ayer, que dirigiu o primeiro filme, que é quase sempre apontado como um tanto quanto decepcionante. Outro que comemorou foi Dave Bautista, um dos maiores defensores de Gunn quando o diretor foi afastado de Guardiões da Galáxia 3, depois que vieram à tona suas piadinhas antigas sobre pedofilia. O intérprete de Drax brincou em um tweet declarando que assinaria contrato para estar do lado do amigo.
Como marvete, sempre vou lamentar a saída de Gunn da franquia Guardiões da Galáxia. Mas como fã do universo dos superseres, só me resta desejar boa sorte para o sujeito e torcer pra ele dar jeito no Esquadrão Suicida. E também esperar que a Disney veja, com a atitude da Warner, que garoteou nessa questão dos tweets do Gunn.

Mais Morcegos

Também esta semana foi divulgada a foto de mais uma série da DC: Batwoman. Eis aí a atriz Ruby Rose bat-trajada como a personagem:

Pra quem não sabe, a Batwoman não é a Batgirl depois de atingir a maturidade. A personagem, bem conhecida por ser abertamente lésbica, é uma lutadora sem grandes conexões com Bruce Wayne, que também resolve adotar o morcego como símbolo em sua cruzada contra o crime. Antes da série solo, a morcega será introduzida em outras séries da DC no canal Warner.

Quebrando Tudo

Saiu mais um trailer de Vidro, filme que conecta de forma mais contunde Corpo Fechado e Fragmentado. Taí ó:

Estão cada vez maiores as expectativas pelo filme, que deve levar o personagem de Bruce Willis, David Dunn, a um nível de super-heroísmo bem maior que o do filme em que apareceu da primeira vez. Ah, sim. Também deve mostrar Vidro como um cara da estirpe de Lex Luthor. Afinal, não pode ser à toa que a produção leva o título do personagem de Samuel L. Jackson.

Quero mais é que os filmes de M. Night Shyamalan se juntem todos. Não sou contra a volta do garoto de Sexto Sentido já adulto, lutando ao lado de Dunn contra um inimigo sobrenatural. Sua fala mais marcante: “Eu vejo gente morta e também super-heróis que se parecem com psicólogos mortos, meu caro Dunn”.

Teia Maior

Depois do sucesso nas bilheterias de Venom, a Sony deve mesmo investir em mais filmes protagonizados por coadjuvantes do Homem-Aranha. Eu não levava fé, mas já são mais fortes e frequentes as notícias sobre Morbius, por exemplo. A produção deve começar a andar no começo do ano que vem, com o vilão vampiro interpretado por Jared Leto.

Minha preocupação sempre será a contaminação do MCU por esses filmes da Sony. Já fico com dor-de-cabeça ao saber que pode rolar um filme solo de Mysterio, que é o inimigo do Aranha em seu próximo filme dentro do MCU. E esta semana, Richard Wenk, o roteirista de Kraven, o Caçador, declarou que o vilão vai enfrentar o Aranha no filme. Resta saber se o Aranha aí é o interpretado por Tom Holland, que está no universo de Tony Stark e companhia. Se sim, será a maior maluquice, pois esses vilões viveriam no mesmo mundo que os Vingadores, mesmo que a Disney não queira. E se for outro ator, teremos dois Homens-Aranhas por aí nos cinemas. Nem a DC, que tem um Flash e um Super-Homem na TV e outros nos cinemas, faz uma coisa dessas.

Poxa, Sony. Faz um universo centrado no Venom e esquece o Aranha, por favor. Nunca te pedi nada!

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2018-10-12T19:09:13+00:00 12 de outubro de 2018|6 Comentários
  • Jean Carlos

    To na expectativa de Vidro acho que o Shyamalan merece da a volta por cima, como fã torço muito pra ele.
    Achei legal a noticia de fazerem mais filmes de vilões do Homem Aranha, gostaria de uma origem do Doutor Octopus.

    • Tb torço pelo Shyamalan. Mas não curto esses novos filmes de vilões do Aranha. Mais pelo medo de uma conexão frouxa com o MCU. E tb porque vão ter que, de alguma forma, transformar esses vilões em “heróis”. Venom foi assim. Tá, nas HQs, ele meio que já é um herói, de certa forma. Mas em Moebius vão criar um antagonista pro vampiro, de modo que ele seja o bonzinho da trama. Sei não.

  • Eu acho que contratar o James Gunn pra escrever e dirigir Suicide Squad 2 foi a MELHOR decisão que o DC Extended Murderverse tomou até hoje.

    E olha que eu curti MUITO Wonder Woman.

  • Roberto Hunger Junior

    ““Eu vejo gente morta e também super-heróis que se parecem com psicólogos mortos, meu caro Dunn”.” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… desculpa, nada a dizer, só relatar que ri muito com isto.

    • Hahahaha! Se ficou engraçado, melhor não usar no filme, que tem que ser sério. : )