Supelamigos

A semana não teve lá grandes notícias. Rolou um teaserzinho da nova temporada de Punho de Ferro na Netflix, anúncio do universo compartilhado dos personagens da Marvel na Sony e até a polêmica decisão da Academia do Oscar, que criou uma categoria só para filmes populares (e para dar um Oscar pra Pantera Negra?). Mas o que mais chamou a atenção da coluna foi o post da Panini revelando o crossover dos personagens da DC e da Turma da Mônica:

Analisando comentários nas redes sociais, vemos que a notícia dividiu o público. Muita gente comemorou, muita gente fez cara feia. Quem não curtiu, aparentemente, são as pessoas que não querem ver palhaçada com seus sacrossantos personagens. Realmente, para um grande fã do complexo e seriíssimo Batman, deve ser estranho ver o herói ao lado do Cebolinha. E o pior: sem ser em uma fan art, e sim em uma revista/livro com o aval da DC. É como se a editora americana não levasse a sério seu próprio universo. Entendo o desagrado.

Mas, por outro lado, devemos levar em consideração que é só uma brincadeira. Não há o menor risco de que a história entre para o cânone da DC. Ninguém um dia vai falar “Ah, mas eu vi em uma história que um coelho de pelúcia arremessado por uma menina dentuça brasileira é capaz de abater o Superman”. A DC já fez brincadeira assim antes, como quando cruzou o Batman com Scooby-Doo:

“Ah, mas isso foi antigamente!”. Que nada, rolou de novo este ano, com Scooby-Doo! & Batman: The Brave and the Bold, que tem até outros personagens da Liga da Justiça:

E se pensarmos bem… O que era o desenho dos Super-Amigos, com Mulher-Maravilha ao lado do Macaco Gleek? Ou mesmo a série de TV do Batman, nos anos 60, estrelada pelo pançudinho Adam West? E o sensacional Batman do filme da Lego?

Então o melhor é relaxar e se divertir com o crossover da DC com a Maurício de Sousa Produções e imaginar como serão as interações entre Aquaman e Cascão e até torcer pra um dia ver o Astronauta com a Tropa dos Lanternas Verdes. E se a Marvel um dia entrar nessa, quero ver o encontro de Franjinha e Tony Stark, ou até do Chovinista e Spider-Ham. 

 

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador