SUPER GIRO #44

Aquaman Shazam

Chance de Reação

Essa semana no mundo nerd foi definitivamente da DC. E tudo porque no fim de semana eles lançaram dois novos trailers de filme na San Diego Comic Con. A semana inteira, vários sites e muita gente nas redes sociais repercutiram as peças de divulgação de Shazam! e Aquaman. Não vou dizer que todo mundo curtiu os dois, mas surgiu uma impressão geral: a DC deixou de ser sombria e tem tudo para encontrar seu caminho. Você talvez já tenha lido alguma análise assim por outros autores, mas a coluna não tem como não dar seu pitaco também sobre os caminhos da DC.

Pra começar, é preciso ver os dois trailers, é claro:

Em seguida, preciso deixar a informação de que sou um grande fã da Marvel e sempre vibrei quando vi a editora do meu coração crescer nos cinemas e deixar a Divina Concorrente no chinelo. Não vou entrar em explicações complexas para justificar por que prefiro a Marvel. Não é o caso de desfilar argumentos para dizer que os personagens de Stan Lee e outros gigantes são os melhores. É apenas uma questão de preferência mesmo. Gosto pessoal. É como uma pessoa dizer que prefere pizza a lasanha. Simples assim.
Pela minha opinião declarada, já até fui atacado nos comentários de um dos vídeos que gravei com meus companheiros de Três Elementos:

Digo isso tudo para confessar que, por muito tempo, cheguei a torcer pra DC se ferrar no cinema, só porque queria ver a Marvel reinando suprema. Era um sentimento de torcida de futebol mesmo, irracional. Eu vi a trilogia do Batman de Christopher Nolan nascer e achei que jogava um bolão. Então, quando eu menos esperava, veio o Homem de Ferro e fez um gol. De repente, meu time tinha chances nesse campeonato! Só que veio Dark Night e achei que seria tipo um 7 a 1. Só que, com Hulk, vi que meu time tinha capacidade de reação. Depois a Marvel veio com tudo, marcando um gol atrás do outro com Homem de Ferro 2, Thor, Capitão América e o tão esperado gol da virada: Vingadores. A DC ainda marcou mais um gol com o último Batman de Nolan. No finzinho do filme, ainda achei que ia surgir o novo Superman pra catar a bomba que Bane deixou em Gotham. Mas não rolou o que talvez fosse um belo empate. A Marvel continuou vencendo. Eu estava muito feliz com aquele universo todo bem feito e encaixadinho. Agora era esperar se a DC ia fazer igual.

Veio o longa do Superman e achei meio fraco. Impliquei com várias coisas que muita gente também condenou, mas achei que o universo da DC no cinema poderia ainda dar um caldo. E até comprei o DVD de Man of Steel, pra fazer uma coleção como a que eu tenho com os filmes da Marvel. Eu esperava um adversário à altura. Seria mais legal a Marvel bater um oponente também forte, pra valorizar a vitória. Só que a DC não soube jogar. Chegou a passar vergonha em campo com aquele Batman v Superman. Esquadrão Suicida também não ajudou nada. E a Marvel só marcando golaço na fase 2 do MCU. Eu já estava até gritando olé. Veio Mulher Maravilha e mostrou que o jogo ainda não estava vencido. Não que seja um filmaço, mas tá bem redondinho, sem os erros horrorosos das outras produções da DC. Mas então, quando foi a hora do jogo do tudo ou nada, com Liga da Justiça, a DC de novo fez besteira. Perdeu gol de pênalti e viu o campeonato ir embora. A Marvel definitivamente tinha massacrado o adversário. Fiquei satisfeito, enrolei a bandeira e fui comemorar nos bares com a torcida. E ainda ria quando falavam em filmes de Adão Negro sem Shazam, longa com o próprio Shazam com um uniforme com enchimento e até o filme do Aquaman, personagem que não chegou a me convencer na Liga.

Só que esta semana chegaram os trailers aí de cima. Eu conferi, li algumas notícias sobre os planos da DC e comecei a pensar em algo que me deixou à vontade para torcer por seus filmes e ainda assim continuar vendo a Marvel campeã. Primeiro é que eu fui com a cara desses trailers. Não tô dizendo que é certeza que serão filmes sensacionais. Mas Shazam! tem cara de ser bem divertido, um banho de alegria naquele universo tristonho que a DC achou que seria bom herdar do Batman de Nolan. E Aquaman também tá cheio de cores, com clima de um épico não forçado. E pelo que andei lendo, estou com a sensação de que Henry Cavill não será o Superman por muito mais tempo. Talvez até faça uma ponta em Shazam!, mas não conto com um terceiro solo do homem de aço. E Ben Affleck não parece muito a fim de voltar a viver o Batman madurão. Ao ver a DC planejando filme de Coringa em uma trama sem ligações com a turma da Liga, penso que talvez eles tenham parado com essa coisa de juntar todo mundo em um universo coeso. Talvez seja melhor eles continuarem com um filme legal aqui, outro mediano ali e talvez um filmaço acolá. Sendo assim, eu vou a todos os jogos torcendo pra um grande jogo, esquecendo da torcida pra Marvel, que já ganhou o “Campeonato do Universo Estendido”. Tô bem a fim de ver esses amistosos da DC e me divertir.

E aí, quem sabe, depois que seus personagens estiverem bem resolvidos ao longo de uns anos, a DC possa de novo vir a tentar vencer outro campeonato enfrentando a Marvel, com um Liga da Justiça 2 ou algo parecido. Aí estarei de novo com a camisa da Marvel, torcendo para meu time mais uma vez levar a taça. Mas sem 7 a 1, que é desnecessário e não faz nada bem ao futebol. Quer dizer, ao cinema.

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2018-07-27T13:35:35+00:00 27 de julho de 2018|8 Comentários
  • Jean Carlos

    Confesso que não gostei de Shazam, ta parecendo mais um filme de comédia barato, o uniforme também não me agradou nem um pouco.

    • Eu tô achando horrível esse uniforme. Mas aposto em uma boa comédia. Inocente, ingênua, mas divertida.

      • Ricardo Varotto

        Devem ter reaproveitado e adaptado o uniforme do Flash da série de TV dos anos 90. Não está fácil para ninguém.

  • Jean Carlos

    Com esse Shazam ai a DC vai pro buraco dessa vez.

  • Ricardo Varotto

    Sei lá no que vai dar esse filme do Super Nescau. Mas quem sabe valha a pena. O do Aquaman parece ter potencial.

    P.S.: Acho mesmo que eu fui um dos poucos que não gostou do filme da Mulher Maravilha…

    • Acho que o filme do SuperNescau vai ser divertido. E ponto. Não vai refundar a DC nem nada, claro. Aquaman periga eu nem gostar tanto, mas acho que pode ficar no nível da Mulher Maravilha, que tb não acho filmaço, mas não me irrita e tem uns bons momentos.

      • Ricardo Varotto

        Talvez ele funcione exatamente por esse lance de apostar na diversão.