SUPER GIRO #41

Pequena Diversão

O acontecimento da semana no mundo da cultura pop foi a estreia de Homem-Formiga e A Vespa. Sim, não interessa que rolaram outras informações quentes. Sempre que sair um filme do MCU, pode ter certeza que a coluna vai se concentrar sobre esse grandioso fato, pois haverá como rolar uma resenha de leve. Impossível eu não ter visto em cabine de imprensa, pré-estreia ou na primeira sessão de quinta-feira. E é claro que não soltarei spoilers.

Com 87% de análises positivas contabilizadas pelo site Rotten Tomatoes, o filme tem tudo para agradar aos fãs de filmes de super-heróis. É uma boa aventura, cheia de excelentes efeitos especiais e ótimos momentos de humor. Paul Rudd arrebenta mais uma vez no papel de Scott Lang, o segundo Homem-Formiga. Lili Evangélica também se sai bem como a nova Vespa, mas seu personagem é muito sério, muito concentrado em chutar bundas. Claro que isso serve bem ao roteiro, pra haver um equilíbrio entre os personagens principais. Mas essa característica tira muito do carisma que a heroína poderia ter. De qualquer forma, a participação da Vespa mais do que justifica a inclusão dela no título. Ela é, sem dúvidas, uma heroína mais poderosa que o Homem-Formiga, embora tenha uma trajetória menos interessante.

“Mas e aí? Curtiu, cara?”. Bom… sim. Como não vou curtir um filme do MCU com um dos heróis mais divertidos da galeria, construído com as doses certas de heroísmo e vira-latice? Mas rolou o que eu esperava que fosse rolar, e que eu até comentei no vídeo da semana dos Três Elementos:

Depois de Vingadores: Guerra Infinita, eu não posso ficar satisfeito com nada que não venha completar ou se ligue bem fortemente à continuação do filme protagonizado por Thanos. Eu só penso em como eles vão resolver o trágico fim de todos aqueles personagens lá, não tô com cabeça pra curtir uma comédia despretensiosa, por mais legal que ela seja. “Ué, mas não tem nenhuma ligação com Guerra Infinita?”. Olha, até tem uma dica do que pode acontecer, na primeira cena extra. Essa cena situa bem o filme no tempo, amarrando este longa aos acontecimentos perpetrados por Thanos. Ali tem uma linhazinha de diálogo que indica algo que pode rolar na segunda parte de Guerra Infinita, e que explicaria uma cena que vazou das gravações. Se quiser mais detalhes, dá uma olhada no vídeo do Pablo Peixoto, do Quatro Coisas, que fala bem dessa dica:

Então tem algo aí no ar, mas duvido que seja uma ligação tão forte quanto a que deve rolar em Capitã Marvel, em março do ano que vem, no mês anterior ao do lançamento de Vingadores 4. Bom, já falamos da primeira cena extra. Mas são duas. Se você estiver apertado para ir ao banheiro, vai de boa. A cena pós-créditos é bobinha. Se você tiver muita expectativa por ela, será um grande ANT-clímax. Hihihi!

Até semana que vem. E façam uma prece para a alma de Steve Ditko. Que descanse em paz.

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2018-07-07T13:46:11+00:00 7 de julho de 2018|3 Comentários