SUPER GIRO #22

Espaço Perdido
Esta semana soltaram o primeiro teaser de Perdidos no Espaço, remake da clássica série de Sci-Fi produzido pela Netflix. Na verdade, tá mais pra anúncio de data de lançamento, marcado para 13 de abril:

É impressão minha ou tá rolando um boom de ficção científica? Nem sei se precisava fazer esse remake, com tanta obra por aí pra ser adaptada. E pra falar a verdade, nem lembro direito da série dos anos 60. É mais uma que meus pais me diziam que eu via garoto nos anos 70, mas que não confio muito na informação. Só lembro desse robô ridículo:


Espero que melhorem o design desse personagem, como na fraca adaptação para o cinema (1998), e não façam como… Ah, deixa pra lá. Não quero mexer com série boa.

Droga, não dá pra resistir: espero que não façam como Dr. Who, que nunca adaptou para os novos tempos aqueles Daleks com desentupidor de pia no braço! Pronto, falei. Tô melhor agora.

A voz da Pantera
Pantera Negra vem quebrando vários recordes de bilheteria e até de crítica positivas, sendo já o filme de herói com mais resenhas favoráveis, título que pertencia a Mulher Maravilha. Mas aqui no Brasil o que mais se falou sobre o filmaço nas redes sociais foi a polêmica sobre a dublagem para o português daqui, que não contava com tantos atores negros. Teve até gente pedindo boicote para a versão dublada.
A atriz Carol Crespo, que dubla a Shuri, se manifestou em um texto bem interessante no Cabana do Leitor, que você pode ler neste link.

Não sei nem o que falar, porque respeito militância, compreendo o raciocínio do mercado dos dubladores, não sou da etnia em questão e fujo sempre de versão dublada. Como diria Glória Pires, não tenho opinião formada.

Bleach Coin
Outro teaser que saiu essa semana e chamou a atenção foi o da adaptação do mangá (e depois anime) Bleach. Pelo vídeo, o longa japonês parece bem legal:

Na semana passada rolou um pôster de lançamento no Netflix de outro filme japonês, também adaptação de mangá: Fullmetal Alchemist. Quase incluí na última coluna, mas fiquei com um pé atrás. E já coloquei na minha lista pra assistir, sem muita certeza ainda se vale ver. A coluna agradece o parecer do público sobre o filme aqui nos comentários.

Morcegou
Joss Whedon pediu pra sair da direção do filme da Batgirl, projeto em que ele estava já há quase um ano. O diretor, que foi um dos principais nomes da Marvel nos cinemas antes de ir para a DC pra finalizar Liga da Justiça, alegou que não teve nenhuma ideia para uma boa história com a personagem.

Dizem que Whedon ficou meio cabreiro de fazer um filme com viés feminista depois de ser criticado pela ex-esposa por traições e acusado de ser hipócrita em seu apoio às mulheres no cinema. Mas há quem ache que Whedon apenas não se sentia confortável por trabalhar com uma personagem que ostenta um morcego no uniforme, já que surgiu no mercado com a série Buffy – A Caça-Vampiros, com uma heroína que lutava contra seres aparentados de morcegos. Na verdade, só uma pessoa veio com essa segunda hipótese. Mas se acharem plausível, podem soltar por aí como boato quente.

Terra nas Estrelas
Esta semana foi anunciado que Mark Hammil finalmente ganhará uma estrela na Calçada de Fama, em Hollywood. Em 8 de março, o eterno Luke Skywalker será acompanhado de George Lucas e Harrison Ford para a cerimônia. Curioso que é um trio falecido na saga de Star Wars. Mas o que interessa é que Mark pode pisar na Calçada, fechar os olhos emocionado e pensar “Agora sim caminho no céu”. Certeza que isso vai passar pela cabeça dele na hora.

Meu Passarinho
Tenho recebido muitas cartas querendo saber qual é meu Twitter. Para que ninguém mais gaste com selos, eis aqui como me achar na plataforma: @ulissesmattos. Costumo postar lá algumas gracinhas sobre o mundo pop, mas nada muito informativo.


Semana que vem tem mais.

Ulisses Mattos

Por: Ulisses Mattos

Ulisses Mattos é roteirista de humor na TV, um dos criadores do Alta Cúpula, do @na_Kombi e da websérie Épica das Galáxias. É membro do trio nerd Três Elementos e faz stand-up comedy. Escreveu sobre cinema no Jornal do Brasil e nos sites da Veja e Abacaxi Voador

2018-02-23T14:15:02+00:00 23 de fevereiro de 2018|7 Comentários
  • Bom recap da semana.
    Sabe que essas adaptações de mangás/animes em live action sempre torço o nariz… viu que saiu Fullmetal no Netflix? Muito medo de perder meu tempo vendo.

    Até semana que vem!

    • Valeu, Tibério. Então, tô até falando de Fullmetal na nota do Bleach. Eu ainda tô na dúvida se vejo.

    • Eu ia comentar aqui. Sempre acho que fica mega escroto quando adaptam aquelas puta armas gigantes e aí vc vê que o que funciona num desenho animado nem sempre traduz bem prum longa metragem em live action.

      Taí Sucker Punch que não me deixa mentir. =D

  • Esse Full Metal ai, pelo jeito, é o maior fracasso da história. Tá pior que o DeathNote… Gezuis

    • O bleach eu até fiquei curioso. Mas só mais pra frente.

  • Roberto Hunger Junior

    “Daleks com desentupidor de pia no braço” , rss