Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora

Que maquinações um estranho xamã Sioux pode estar fazendo para manter um estranho ser sobre o seu controle? As respostas para esta pergunta colocam Mágico Vento em rota de colisão com o temível Wendigo!

Uma excelente coincidência! 

Na semana que chega ao Brasil o primeiro livro oficial de Algernon Blackwood, eu faço a leitura de Mágico Vento 8 – Wendigo. A coincidência está no fato de que o fumetti é inspirado em Blackwood, autor que escreveu, dentre muitos contos, um intitulado de O Wendigo

Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora

Mágico Vento – Wendigo – Mythos Editora

Esta informação inclusive está na apresentação da obra, chamada Blizzard Gazette – Notícias da Fronteira. Nunca deixe de ler, pois sempre traz alguma boa informação sobre a idealização do quadrinho. 

Com roteiro de Gianfranco Manfredi e desenhos de Frisenda, Mágico Vento é uma publicação da Mythos Editora. A tradução é assinada por Júlio Schneider. Os desenhos deste volume dão um caráter ainda mais assustador à história, seja pela sua técnica mais suja ou pelo traço mais realista. Adorei bastante a arte que para mim destoa bastante e positivamente!

A fome avassaladora do Wendigo

Quem nos acompanha sabe do carinho que tenho por Mágico Vento. Este personagem entrou para meu seleto grupo de leituras recorrentes e acompanho sua série com amor de fã. 

Um grupo de caçadores se depara com a lenda, incrédulos de sua existência. A descrença se torna a marca da lápide deles ao perceberem que o Wendigo é muito mais do que sequer imaginavam. 

Algum tempo depois, Ned e Poe, que estavam viajando pelo norte gelado e enfrentando os desafios das intempéries gélidas, acabam se deparam com uma situação deveras estranha: um singular grupo de Sioux liderados por um xamã anão.

Este encontro de alguma forma os liga ao destino dos caçadores e obviamente coloca Mágico Vento em rota de colisão com o estranho ser. 

Considerações finais 

Se o quadrinho já é bom, ver ali a influência de Algernon Blackwood é ainda melhor. Para quem quer conhecer mais este mestre do horror, as Editoras Ex Machina e Clock Tower estão trazendo para o Brasil o primeiro livro oficial dele e o melhor, traz o conto O Wendigo! 

Apostem em Mágico Vento como eu fiz, pois não irão se arrepender. É uma história sensacional, onde vemos número a número os personagens crescerem e o universo ficar ainda mais rico. Um dos melhores exemplos de weird western que existem no mercado.

Conhecia esta história? Me diz aí…

Tô LendoAlgumas imagens!
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora
Mágico Vento - Wendigo - Mythos Editora

Mágico Vento já é uma paixão e ler cada número me deixa sempre animado! Suas histórias tem uma seriedade e um cuidado que são impressionantes. Gosta do personagem? Me conte ai….

Daniel Braga

Por: Daniel Braga

Pai de uma mulher, nerd, analista de sistemas especializado em infraestrutura, poeta, board game designer e sommelier de cervejas. Adora jogar board games e ouvir jazz anos 30/40, Dead Can Dance e rock and roll. Curte muito o gênero de horror e tudo relacionado, principalmente as boas leituras como Lovecraft, Blackwood, Machen e muitos outros.