Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books

Do nada alguém ganha super poderes, mas esta pessoa é um ser humano desprezível!

Pervertendo ideias

O quadrinho Joe Hill Dark Collection – Volume 1: A capa, da DarkSide Books, nos apresenta uma história onde quem ganha super poderes é o pior cara possível. Você já pode imaginar o que vai sair daí, mas fique tranquilo, pois vai além e por isso você precisa ler! Ambas são adaptações de histórias de Joe Hill para os quadrinhos. 

Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books

Joe Hill Dark Collection – Volume 1 A capa – Darkside Books

Com tradução de Eric Assis a obra traz duas histórias: A capa e A capa:1969. Em ambas, o roteiro é de Jason Ciaramella. Na primeira, a arte é assinada por Zach Howard, enquanto a segunda é assinada por Nelson Dániel

Vamos falar de…  vilões? 

Talvez este seja o ponto no qual você vai perceber que a história se coloca numa posição diferente. Ela não é inovadora, mas ao mesmo tempo é única, o que cativa o leitor. 

O protagonista Eric é um garoto que passou por momentos em sua vida iguais aos que milhões de outros jovens passam: não saber o seu lugar no mundo, medos, desafios sociais, amor e namoro, relações de amizade e o mais terrível de todos: crescer. 

Tudo isso forja as pessoas e com Eric não foi diferente. A vida adulta o massacra e aos poucos ele vai perdendo tudo. Entretanto, ao descobrir que seu antigo cobertor de menino, já bastante alterado e costurado pela mãe em forma de capa, lhe dava super poderes, percebe que o mundo vai se dobrar às suas vontades. O agora homem adulto se percebe sem limites e o terror surge neste momento. 

Isto resume a apresentação de A capa e você precisa ler para entender. Mas calma, pois em A capa: 1969 as respostas às perguntas que você já deve estar se fazendo serão respondidas, afinal, como isso aconteceu?

Considerações finais 

Em resumo, temos uma história de um ser humano cheio de poréns, que se percebe super poderoso (alguém relacionou isso com nossos políticos?) e resolve fazer o que bem entender. É assustador imaginar este cenário e o quadrinho consegue entregar este medo!

A arte dos artistas é muito boa e dão alicerces perfeitos aos enredos. Não é apenas uma questão simples de receber o Anel dos Lanternas Verdes ou ter o Batcinto de Utilidades, mas sim o que fará com o que tem dentro de si, depois de se descobrir acima de qualquer um na humanidade. 

Uma leitura muito legal que merece sua atenção. Lembrou a ideia de Brightburn – Filho das Trevas (leia minha resenha no Canto do Gárgula). Certamente será no mínimo uma leitura curiosa, principalmente após terminar o segundo enredo. Facilmente faz paralelo com a atual onda extremista que se vê pelo mundo, onde gente despreparada que vem ganhando poder sem ter qualquer capacidade de utilizá-lo. Só por isso já vale certamente a leitura!

Espero que curta! 

Tô LendoAlgumas imagens!
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books
Joe Hill Dark Collection - Volume 1 A capa - Darkside Books

Nada como um super herói… não, uma super pessoa perder o controle, não é mesmo! Rapidamente percebemos como poder demais na mão de uma só pessoa é perigoso… mas espera… políticos, Brasília… Se curtiu nossa dica, deixe seu comentário e vamos conversar!

Daniel Braga

Por: Daniel Braga

Pai de uma mulher, nerd, analista de sistemas especializado em infraestrutura, poeta, board game designer e sommelier de cervejas. Adora jogar board games e ouvir jazz anos 30/40, Dead Can Dance e rock and roll. Curte muito o gênero de horror e tudo relacionado, principalmente as boas leituras como Lovecraft, Blackwood, Machen e muitos outros.