SEXTA-FEIRA 13 #29 – Independência ou Mortos, o Brasil colônia como você nunca viu

Início/Destaques, Leia!, Sexta-feira 13/SEXTA-FEIRA 13 #29 – Independência ou Mortos, o Brasil colônia como você nunca viu
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula

Em um apocalipse zumbi o pior inimigo é sempre o cara que esconde a mordida! Você achou que por aqui ia ser diferente?

Um quadrinho antigo, mas muito legal

O quadrinho Independência ou Mortos, da Nerd Books, é de 2012. Com roteiro de Abu Fobiya e a arte de Harald Stricker, ele reconta a história do Brasil Colônia, durante a chegada da família real portuguesa, fugidos de Portugal. D. João VI e a família não fogem apenas de Napoleão, mas também de uma infestação zumbi começa a assolar Portugal. Obviamente algo mais terrível vem junto e a história segue até os anos de D. Pedro I já jovem.

Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula

Independência ou Mortos – Abu Fobiya – Harald Stricker – Nerd Books

Um maravilhoso “O que aconteceria se” que redescobri em caixas velhas de quadrinhos, enquanto arrumava minha casa. Uma forma divertida de recontar um pedaço da história, tanto de Portugal, como do Brasil.

Luz e trevas no Brasil colonial

Nada como uma adaptação bem feita. A história que nos é contada segue, como falei, de Napoleão perseguindo D. João VI até a Independência do Brasil. Mesclando narrativa e fato histórico vemos uma aventura incrível utilizando os terríveis zumbis.

As personalidades históricas do período vão sendo apresentadas e aos poucos. Cada uma delas e suas peculiaridades e trejeitos. Nomes como Chalaça, Carlota Joaquina e a Princesa Leopoldina (Leo para os íntimos) são alguns dos nomes que veremos pela narrativa. Vamos ganhando noção de como o pior inimigo não é o zumbi somente, mas aquele vivo que esconde a mordida. Engraçado como isso ainda é atual, não é mesmo?

Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula

Independência ou Mortos – Abu Fobiya – Harald Stricker – Nerd Books

Sem a pretensão de ser fiel a história e sim aproveitar o fato e transformá-lo em base narrativa, Fobiya cria um ambiente brasileiro fantástico muito divertido de ler e cheio de altos e baixos. 

Conclusões finais

Apesar de sermos um país jovem, temos muitas histórias boas que podem ser adaptadas. Precisamos dessas adaptações pois é sempre enriquecedor ver o que é nosso valorizado. Utilizando o zumbi como pano de fundo vemos a história desse período ser recontada de uma maneira genial!

Temos aqui uma adaptação com muito terrir que ainda nos ensina (ou relembra) fatos antigos. Apesar de ter sido lançado em 2012, vale procurar! Acredito apenas que não será fácil. A edição foi lançada em capa dura, com 160 páginas, incluindo extras bem legais ao final, pela Nerd Books. Na Estante Virtual é possível encontrar exemplares.

Boa leitura! 

Tô LendoAlgumas imagens!
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula
Independência ou Mortos - Abu Fobiya - Harald Stricker - Nerd Books - Caverna do Caruso - Coluna Sexta-Feira 13 - Daniel Gárgula

Poucas vezes vamos ver um apocalipse zumbi no Brasil Colônia! Eu achei muito maneira a viagem. E você? Curtiu? Comenta ai e me diz se já leu!

Daniel Braga

Por: Daniel Braga

Pai de uma mulher, nerd, analista de sistemas especializado em infraestrutura, poeta, board game designer e sommelier de cervejas. Adora jogar board games e ouvir jazz anos 30/40, Dead Can Dance e rock and roll. Curte muito o gênero de horror e tudo relacionado, principalmente as boas leituras como Lovecraft, Blackwood, Machen e muitos outros.

2020-07-18T20:26:07+00:00 17 de julho de 2020|0 Comentários