NAS PRATELEIRAS #93 – Batman: Arlequina

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #93 – Batman: Arlequina

Aproveitando a estreia do filme Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa, vamos lembrar de um bom compilado do personagem que foi lançado recentemente pela Panini aqui no Brasil.

Batman: Arlequina foi lançado em 2017 aqui no Brasil e reúne clássicas histórias em que a personagem aparece, tanto em aventuras solos ou ao lado do seu amado pudinzinho. Nosso amigo Kadu fez um bom apanhado Rebobinando da segunda-feira nos dando um panorama das Aves de Rapina e da própria Arlequina. Criada por Bruce Timm, a psiquiatra Harleen Quinzel fez o caminho inverso da maioria dos personagem dos quadrinhos, surgindo primeiro na TV e posteriormente indo para os quadrinhos.

A contra capa diz quais as HQs que fazem parte desse compilado.

Nesse compilado temos dez histórias distintas da personagem que, até alguns anos atrás, pouco era conhecida pelo público em geral. Graças à Margot Robbie e o trabalho feito com as personagens femininas dos quadrinhos, a popularização da Arlequina foi muito rápida e trouxe uma vasta quantidade de novas histórias que acrescentaram muito ao que conhecíamos dela.

Esta HQ possui um material bem variado escrito e desenhado por diversos artistas durante os últimos anos, então pode haver uma certa variação na qualidade do que estamos lendo, porém acredito que foi um belo trabalho de reunir histórias que marcaram, que retratam a origem da personagem e até mudanças de fase quando ela se une ao Esquadrão Suicida. Algumas histórias muito boas ficaram de foram, como a famosa Mad Love que foi lançada no Brasil em Batman: Louco Amor e Outras Histórias e temos uma visão do próprio criador sobre a Arlequina (e não se deixe enganar pelo traço fofo do estilo animado de Timm).

A outra dica é a história Mad Love, um clássico da Harley Quinn

Mas voltando a Batman: Arlequina, temos a oportunidade, para quem ainda não conhece, de visitar vários momentos da história através de flashbacks que contam o surgimento da vilã, ou a atualmente anti-heroína, desde sua vida como psiquiatra em Arkham até desencontros amorosos com o Coringa que a levaram à algumas atitudes mais drásticas. Do material mais antigo da revista de linha Detective Comics até os Novos 52. De histórias menores em preto e branco até uma parceria com sua “amiga” Hera Venenosa. É um material bem divertido e até inicial para conhecer a parceira do Palhaço do Crime.

Você encontra esse encadernado em promoção, assim como outras HQs da Arlequina, aqui!

Tô Lendovantagens
  • Uma porta de entrada para conhecer a personagem
  • Uma porta de entrada também para o universo do Batman nos quadrinhos caso você sempre tenha torcido o nariz para ele, mas gostou da personagem nos filmes
  • É um bom compilado, porque vamos combinar que era difícil para alguém, há uns anos atrás achar algo da Arlequina ou mesmo das Aves de Rapina por aqui.
Tô Lendodesvantagens
  • As histórias são legais, mas tem tem ritmos bem diferentes e pode desagradar.
  • Não são histórias novas e, se você já acompanha o Homem-Morcego e tem realmente tudo dele, pode não valer a pena a compra.

Não saia daí sem mandar um alô para nós aqui nos comentários! Arlequina, Aves de Rapina, Caçadora, Batgirl… manda aí sua opinião. Pode ser sobre o filme também, só não esqueça de avisar que tem spoilers no comentário para não pegar nenhum amigo de surpresa!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2020-02-06T17:55:53+00:00 6 de fevereiro de 2020|0 Comentários