NAS PRATELEIRAS #85 – Dooku: Jedi Lost

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #85 – Dooku: Jedi Lost

Hoje vamos sair um pouco das prateleiras físicas e entrar nas prateleiras virtuais, mais especificamente neste livro lançado exclusivamente pela Amazon na sua plataforma Audible tendo o script também sendo disponibilizado no Kindle. Dooku: Jedi Lost conta a história desse personagem antes de se tornar o lorde sith que conhecemos em Ataque dos Clones.

O que faz esse audiolivro diferente de todos os outros que já ouvi é que ele foi feito, primeiramente, exclusivo para o formato de áudio e, além disso, gravado por diversos atores, um para cada personagem da história. Não é simplesmente uma pessoa lendo um livro para você, é um audiodrama (ou radionovela para os menos jovens)! Com atuações sensacionais, somos levados para dentro da história desse que irá se tornar o braço direito de Darth Sidious e principal general da Federação do Comércio durante as Guerras Clônicas.

Apesar da maravilhosa interpretação do personagem pelo Christopher Lee nos episódios II e III da saga de Star Wars, pouco sabemos sobre esse Jedi que mudou de lado para se aliar ao Palpatine nos eventos que levaram ao fim da república. Sabemos que ele já foi aluno do mestre Yoda e de, talvez, uma relação com Sifo-Dyas (no Brasil chamado de Zaifo-Vias) que poderia ser outro jedi ou o próprio Dooku disfarçando seus interesses quando conhecemos a fábrica de clones em Kamino, e só.

Jedi Lost começa pouco antes da guerra onde descobrimos que a irmã do Count Dooku, já conhecido pelo seu nome Sith de Darth Tyranus, está desaparecida e ele envia a sua aprendiz Asajj Ventress para investigar o que aconteceu. Durante a investigação, Ventress vai descobrindo holocrons que relacionam o ainda jovem Dooku com sua irmã Jenza e vamos assistindo toda sua juventude, desde sua vida em Serenno passando por seu treinamento como padawan e suas primeiras missões como jedi. Durante a história seguimos Asajj em sua missão e conhecendo mais e mais sobre ele, assim como ela também.

Por que ele se virou contra os jedi? Por que o nome de conde? Quem foi esse Sifo-Dyas que ouvimos falar? Quando o que tínhamos de história sobre o personagem se tornou legend pela Disney, o autor Cavan Scott teve espaço suficiente para trabalhar bem sua a história passada sem esbarrar em outras já contadas. Vemos muitas nuances do personagem, momentos que Dooku é seduzido ao lado sombrio, vitórias e derrotas que construíram o personagem.

Para os fãs de Star Wars, é um prato cheio. Para todo mundo, é um ótima história, mas que pode empolgar um pouco menos pela falta de familiaridade com os nomes.

Além de tudo isso, ao se inscrever no Amazon Audible pela primeira vez, você tem direito a um mês gratuito na assinatura premium e ganha o direito de escolher um livro grátis. Dooku: Jedi Lost é uma ótima primeira opção para testar a plataforma e, se não gostar, basta cancelar antes da primeira cobrança. O livro não sai do seu aplicativo ao cancelar a assinatura mensal. #ficaadica

Tô Lendovantagens
  • Se for seu primeiro mês com o Audible da Amazon, sai de graça.
  • Mata a saudades desse universo de Star Wars antes de sair o filme novo.
  • Uma experiência bem legal ao se consumir uma história interpretada por atores, diferente do que pode estar acostumado.
  • Muito boa história de um personagem marcante na saga.
Tô Lendodesvantagens
  • Somente em inglês.
  • Somente por áudio… tá, tem o script vendido como livro, mas sinceramente, não né?

E não vá embora sem deixa seu comentário aqui! Pretende ler? Já conhecia? Não tem tempo? Dica: ouvir indo e vindo do trabalho foi uma boa opção (apesar de as vezes dar um pequeno rewind para ouvir novamente um momento).

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2019-11-07T14:31:06+00:00 7 de novembro de 2019|0 Comentários