NAS PRATELEIRAS #81 – Liga da Justiça: Odisseia

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #81 – Liga da Justiça: Odisseia

A Liga de Justiça tem sido uns dos melhores títulos contínuo do últimos anos. Se pensarmos nos volumes mais recentes, desde os Novos 52 a principal equipe da DC Comics tem ficado na mão das melhores equipes criativas que a editora possui. No Rebirth não foi diferente e uma das sagas que reformulou a Liga aconteceu recentemente na história chamada No Justice, é daí que seguimos para Odisseia.

Recapitulando: ano passado tivemos a grande saga Dark Nights: Metal que abalou o multiverso e durante o processo quatro entidades cósmicas capazes de destruir todo ele foram libertadas (dica: vale a pena ler a saga!). Já no início deste ano no Brasil, nas edições 22 e 23 de Liga da Justiça, ocorreu um arco chamado de Sem Justiça! que uniu personagens (amigos e inimigos) lado a lado contra esta ameaça para defender toda a existência (dica: não leia estas edições com a expectativa alta). A consequência disso tudo foi, como sempre, uma a nova formação da Liga, zerado a numeração das revistas, e a criação do chamado Setor Fantasma, formado pelo planetas que antes estavam encapsulados e escondidos no planeta Colu. Pronto, agora você já pode ler Liga da Justiça: Odisseia.

Caverna do Caruso - Liga da Justiça Odisseia - Azrael

Olha quem apareceu na nave de Brainiac para uma viagem espacial?

Após estes acontecimentos, a lanterna verde Jessica Cruz fica responsável por guardar a entrada do Setor Fantasma e durante sua ronda esbarra com Ciborgue, Estelar e Azrael indo direto para onde nenhum humano jamais esteve! Eles alegam terem recebido um chamado de dentro do Setor e foram até lá em busca de respostas. Numa aventura no estilo Guardiões das Galáxias encontram planetas à beira de destruição e recebem “ajuda” inclusive de um inusitado integrante temporário: Darkseid.

A trama de Odisseia vai tomando proporções maiores e ficando bem interessante. O primeiro encadernado lançado aqui em capa cartão nas bancas reúne as primeiras cinco edições da série que está na sua décima terceira lá fora. O roteiro fica por conta de Joshua Williamson, responsável também pela revista do Flash pós-rebirth. A arte das duas primeiras edições é do Stjepan Šejić e é excelente. Depois assumem a ilustração Phil Briones (Aquaman) e Carmine Di Giandomenico (também do Flash).

Caverna do Caruso - Liga da Justiça Odisseia - Darkseid

Darkseid: amigo ou inimigo? Ou os dois? Ou nenhum?

Pessoalmente curti bastante, tem uma pitada de mistério sobre os novos deuses, os coluanos, os motivos por trás dos planos de Darkseid… mas o ponto negativo acaba ficando em comparação com a série principal da Liga da Justiça que está excelente. Mesmo com a mudança na arte, ela também continua boa, mas gostaria mesmo de ver mais o Šejić em ação.

É um bom spin-off da Liga para quem não se contenta apenas com uma revista todo mês.

Tô Lendovantagens
  • A arte das duas primeiras edições é sensacional. Me amarro no Stjepan.
  • Gostei do rumo da história, uma coisa meio fantástica demais em alguns momentos, mas as vezes meio dramática também.
  • Acho que prefiro estes lançamentos em encadernados ao invés das revistas mensais… sabe? Continue assim.
  • A escolha de personagens secundários da Liga foram boas. As vezes é bom sair da tríade e expandir os universos.
Tô Lendodesvantagens
  • Já vi umas reclamações sobre a arte mudar no meio da saga e do roteiro ser superficial. Eu, pessoalmente, não concordo, mas fica aí para você não se decepcionar com minha empolgação.
  • Você precisa ter lido a saga de Dark Nights: Metal e Sem Justiça! (ou ter lido lá meu segundo parágrafo) para entender o que está rolando ou pode ficar um pouco perdido.

E não vá embora sem deixar seu comentário para nós! O que tem lido da DC recentemente? Chegou a ler Matel e Sem Justiça? Vai ignorar essas sagas e partir para a Odisseia no espaço? Diz aí!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2019-09-19T20:09:48+00:00 19 de setembro de 2019|0 Comentários