NAS PRATELEIRAS #62 – Batman: O Príncipe Encantado das Trevas

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #62 – Batman: O Príncipe Encantado das Trevas

É isso aí, nosso querido cavaleiro das trevas chegou aos seus 80 aninhos de vida, inteirão e chutando bundas dos vilões de Gotham City! Vamos comemorar essa data lendo Batman pelas mãos de uma dos maiores artistas italianos de todos os tempos.

Ontem foi dia do lançamento da edição de Detective Comics #1000 para comemorar a data num ótimo trabalho de marketing da DC Comics. Se pensar que há quase um ano estávamos falando da Action Comics #1000 aqui mesmo, os heróis da editora estão indo de vento em popa. Quem sabe falamos da nova edição por aqui logo logo, mas hoje a dica é outra.

Enrico Marini apareceu para o mundo na década de noventa com seus traços marcantes e muito bem feitos, tornando toda sua ilustração uma obra de arte. Porém, foi nos anos 2000 que sua fama cresceu com a revista Rapaces, lancada no Brasil com o nome de Predadores pela Devir, seguido por Lo Escorpione (Os Escorpiões) e Le Aquile di Rome (As Águias de Roma), ambos em português somente pela editora Asa em Portugal.

Caverna do Caruso - Batman O Cavaleiro Encantado das Trevas - Pagina1

Tem tiro, porrada e bomba!

Eis que em 2017 a DC Comics em parceria com a editora francesa Dargaud (de títulos como Asterix, Valerian e Blacksad) lançam Batman: O Príncipe Encantado das Trevas escrita e desenhada por Marini.

A história completa é composta por duas revistas de 72 páginas cada contando mais uma história do eterno duelo entre Batman e Coringa, mas, dessa vez, o vilão tem um trunfo na manga: ele sequestrou uma menina. Daí o título de “cavaleiro encantado”, como nos mais famosos contos infantis onde o mocinho precisa enfrentar o mostro e salvar a princesa.

Caverna do Caruso - Batman O Cavaleiro Encantado das Trevas - Pagina2

Coringa tá passando dos limites, hein?

Com algumas participações especiais, incluindo Arlequina e Mulher-Gato que estão em toda a história, é uma boa homenagem à todas as histórias do herói e seu arqui-inimigo. O roteiro é simples, o final não é nenhuma grande surpresa, mas mesmo assim é uma bela HQ. Vemos a dualidade entre Batman e Bruce Wayne e como as personalidades se misturam em alguns momentos. Interessante também que o visual do Batman lembra seu uniforme em Liga da Justiça e, mais legal ainda, que o novo Coringa do Joaquim Phoenix lembra muito o dessa revista.

No mais, é muito legal ver um material assim ser produzido primeiro na Europa, seguindo formato e características do local, fica ainda mais especial. As edições em capa dura já então nas bancas e livrarias lançados pela Panini por aqui. Vale conferir.

Tô Lendovantagens
  • É Batman!
  • É Batman pelo Marini! O que quer dizer que a arte é impressionante.
  • Minissérie em duas edições. Sem enrolação!
Tô Lendodesvantagens
  • O roteiro é bom, não me surpreendeu, mas cada um é cada um.

E não vá embora antes de deixar sua mensagem para nós. Como está sendo a comemorado o aniversário do Homem-Morcego na sua casa? Alguma recomendação? Já leu essa edição? Fala aí!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2019-03-31T16:55:26+00:00 28 de março de 2019|3 Comentários