NAS PRATELEIRAS #60 – Capitã Marvel

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #60 – Capitã Marvel

Por incrível que pareça, Carol Danvers, a atual Capitã Marvel, surgiu em 1968 e nem imaginaria se tornar a personagem que conhecemos hoje. Demorou nove anos para ela ganhar seu título próprio e mais trinta e cinco para chegar entre os principais heróis da Marvel.

Eu conheci a Ms Marvel na década de 90 enquanto acompanhava os X-Men e descobri que sua história se misturava com a da Vampira… fui pesquisar um pouco sobre essa personagem que recebia o nome da editora. Não havia praticamente nenhum material próprio, apenas participações em outras revistas dos Vingadores e X-Men que ocorreram durante os anos 80.

O destaque às personagens femininas na Marvel aumentou nos anos 2000 e Ms Marvel teve novamente um título próprio, ganhou força dentro dos Vingadores e em outras sagas da editora.

Então chegamos em 2012, ano que iria mudar a vida de Carol quando assumiu definitivamente o codinome de Capitã Marvel em uma revista mensal que duraria dois anos, terminando junto com a saga Infinito. Taí um ponto de partida para quem quiser conhecer a heroína do momento!

Caverna do Caruso - Capita Marvel - Carol danvers monica rambeau

Carol e Mônica Rambeau num bate papo sobre o nome Capitã Marvel

Nessa fase começa com a saga Desejo de Voar exatamente para apresentá-la aos novos leitores, com bastante flashbacks e viagens no tempo para nos mostrar o que aconteceu e como ela ganhou os poderes. Vemos a amizade com outros Vingadores, principalmente a Mulher-Aranha, e amigos que a cercam na cidade de Nova Iorque.

Como continuação dessa série, vemos Carol enfrentando um vilão de seu passado com consequências que podem mudar toda sua vida e até uma aventura com Mônica Rambeau (a última Capitã Marvel) com direito a uma discussão sobre o uso do nome.

Ao fim dessa série, tivemos um reinício em 2014 com outra edição #1 onde a capitã vai ao espaço como representante da Terra, mesma época que ela se junta aos Guardiões da Galáxia a pedido dos Vingadores e traz de volta um pouco do seu passado com os Kree.

A revista mensal de 2012 teve suas primeiras edições relançadas no Brasil no encadernado da Salvat (coleção vermelha) mesmo já tendo sido lançado pela Panini no passado (e bem difícil de encontrar hoje). Já a revista de 2014 está saindo agora aproveitando o hype do filme.

Caverna do Caruso - Capita Marvel - 2014

A série de 2014 tem um foco nas aventuras espaciais

Com o tempo Carol Danvers se tornou um dos meus personagens preferidos na Marvel e ganhou papéis de destaque principalmente em Guerra Civil II. Tem personalidade, não tem essa de identidade secreta, é uma grande amiga para todos a sua volta (Jessica Jones que o diga) e tem o lado humano que nos aproxima ainda mais dela.

Se você quiser ainda mais depois dessas leituras, tivemos mais na revista mensal Universo Marvel desde 2016 e agora está saindo A Vida da Capitã Marvel com encadernado também. Porém, fica a dica de ler a edição da Salvat antes do filme, que também tem as três primeiras edições de Ms Marvel de 1977.

Tô Lendovantagens
  • Para que quiser conhecer a personagem, o material desde 2012 não é muito extenso e saiu todo no Brasil, mesmo que alguns somente nas revistas mensais.
  • Mesmo sendo super heroína, tem uns arcos que foca no relacionamento humano e na sua vida fora das lutas com seres alienígenas.
  • Tem uma visão atual das personagens femininas nos quadrinhos que gostaríamos de ver há tempos, sem que ela se resuma a mocinha a ser salva pelo herói.
Tô Lendodesvantagens
  • Se você já quiser ler TUDO sobre a Carol Danvers é bem difícil porque está espalhados em várias revistas de grupos onde ela faz aparições. Talvez comecem a compilar isso lá fora com o sucesso.
  • Ler sobre a Capitã Marvel pode te adiantar o desenrolar do filme com coisas que te pegariam de surpresa… você quem sabe.

Leia os quadrinhos, veja o filme (porque é bom sim!) e comente aqui no post! Já conhecia a personagem antes do hype? Pretende ler agora depois do filme? Manda sua mensagem aqui para nós!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2019-03-02T01:13:08+00:00 7 de março de 2019|9 Comentários
  • Ricardo Varotto
    • Hahaha Nem vale a pena manter esse imagem de uma heroína de cachecol e barriga de fora. A Carol hoje é mais que isso!

      • Ricardo Varotto

        Pior que o mais datado, para mim, nem é o uniforme, mas o cabelinho. 😀

        • Ricardo Pires Ferreira

          Eu gostava do maiô negro. E a fase “Binária” foi muito ruim.

    • Hahaha. Esse uniforme é tão horroroso! Lembrando que a “janela de tanquinho” não é só na frente, como NAS COSTAS também! 😱

  • Gustavo Borges

    O filme ficou bom sim, não está entre os melhores da editora mas contou uma ótima história, por conhecer pouco da personagem e fugir dos trailers comecei o filme acreditando que o jude law seria o Capitão Mar-vell e não o inimigo final. Que bom que eu estava errado.

    • Achei muito bom isso, foi meu “plot twist” principal. Ficou bem feliz com a Mar-Vell

  • Esse desenhista da fase de 2014 parece o mesmo das primeiras edições da Nova Wolverina! Adoro esse cara!

    • Não tenho certeza desse, mas quem ilustrou essa fase da Carol e agora eatava desenhando a Laura foi o Márcio Takara, mas ele desenhou umas edições mais pro fim da série All New Wolverine