NAS PRATELEIRAS #50 – Aquaman: Rebirth

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #50 – Aquaman: Rebirth

Em breve Aquaman estará nos cinemas do mundo e estamos diante de mais uma oportunidade para você conhecer esse super-herói menosprezado, mas que é nada menos que governante de 2/3 do planeta Terra.

Vamos combinar que Aquaman nunca foi o herói preferido de ninguém e você seria sacaneado na escola na década de 80 ou 90 se dissesse que seu poder favorito era conversar com peixes. Por vários motivos, incluindo histórias em quadrinhos supérfluas e a popular animação do Super Amigos, Arthur Joseph Curry, que também ninguém sabia seu nome verdadeiro até 2000 e alguma coisa, nunca foi levado a sério.

Durante os anos 90 tentaram tratar ele com mais “respeito” (lembra dele mais badass, barbudo e com braço de arpão?), mas foram anos que Marvel e DC estavam tentando se unir para não perderem mais espaço para a Image, ninguém ligou muito. A coisa só foi mudar mesmo em 2011 com a fase Novos 52. Com roteiro de Geoff Johns e arte por Ivan Reis e Joe Prado, ele realmente foi tratado como deveria, aliás, já vemos isso em Flashpoint até.

Apesar de haverem algumas críticas ao “novo” Aquaman que vimos ali, toda sua história como meio-humano, briga pelo trono, não querer ser mais rei, passar quase o tempo todo fora d’água… não diminui o crescimento dele dentro da DC. Essa fase é bem legal e com bastante ação, inclusive, um dos primeiros grandes arcos dos Novos 52, incluindo a Liga da Justiça, é O Trono de Atlântida, para entendermos a importância que é dada ao herói. (Recomendo)

Caverna do Caruso - Aquaman Rebirth - Pagina 1

A própria revista mostra as brincadeiras com o herói que só fala com peixes

Cinco anos e cinquenta e duas edições depois tivemos o Renascimento e todas as revistas da DC Comics sofreram um reboot. A pessoa responsável pelo Aquaman agora é Dan Abnett, que já havia passado pela DC anteriormente (mas lembro mais dele pelos Guardiões da Galáxia de 2008 mesmo) e ele não foge muito da linha deixada por Johns. A arte varia de edição para edição no início e, sinceramente, não é a melhor coisa que você verá por aí.

Essa é a fase atual e um ótimo momento para começar a ler, mesmo se você nunca leu nada antes ou até se quer retomar em algum ponto. Estamos no número #42 nos EUA e na edição #30 no brasil, o legal é que a Panini está lançando tudo já em forma de encadernado e não obriga ninguém a comprar uma revista com outra coisas que não interessam (show!). O primeiro encadernado começa com as seis primeiras edições além da edição Aquaman: Rebirth. Taí seu ponto de partida!

A edição Rebirth é a que seta o ponto de partida para o que será esse herói. Ela pega o leitor pela mão e explica exatamente quem é o Aquaman, inclusive brincando com a fase obscura dos Super Amigos. Mostra quem é a Mera, que está muito mais poderosa e importante do que já foi um dia, como está a relação atual de Atlantis com o “povo da Terra”, quem serão seus inimigos… entre a primeira e a última edição desse primeiro encadernado você terá uma excelente contextualização que vai te servir pra vida (nerd).

Caverna do Caruso - Aquaman Rebirth - Arraia Negra

Arraia Negra também está lá!

Apesar da ação, temos um herói mais maduro e menos impulsivo, um governante que pensa no seu povo, no futuro, parte integrante da Liga da Justiça… mesmo que discorde de algumas ações, você entende a motivação. Política e preconceito também são tratados.

Resumindo e repetindo: estamos diante de mais uma oportunidade para você conhecer esse super-herói. Boa leitura!

Tô Lendovantagens
  • Esses encadernados que saem em bancas valem a pena e não passam de R$25 no jornaleiro ou menos no próprio site da panini.
  • Dan Abnett faz um ótimo trabalho inicial de contextualização do personagem já no primeiro volume.
  • Se começar a ler agora e gostar mesmo, já tem mais quatro encadernados esperando você.
  • Já entra no clima do filme!
Tô Lendodesvantagens
  • As ilustrações variam muito com a troca de artista e nem sempre encanta, mas melhora bastante lá pelo terceiro encadernado.
  • É difícil comparar com o trabalho anterior, Johns e Reis eram e são muito bons.

Não deixe de ir sem deixar sua opinião para nós! Lê ou leu Aquaman antes? Tá empolgado com o filme? Se você pudesse falar com peixes também ia pedir pra uma lagosta pular na panela e se cozinhar para você? 🙂

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2018-11-30T16:33:20+00:00 29 de novembro de 2018|6 Comentários
  • Ricardo Varotto

    Meu peixe me disse que não confia no Aquaman.

  • Eu sou um desses que acha o Aquaman meio bucha. E todas essas histórias dentro da história que tentam te convencer de que ele “é legal sim” e “não conversa com peixe não” sempre me parece um papo meio desesperado de torná-lo meio “cool”.

    Mas eu de verdade curtia o Aquaman “pirata com mão de gancho”. Desde o uniforme até o visual, cabeludo, barbudo, parecendo inclusive o Momoa. Acho que esse Aquaman dessa época impunha mais respeito como rei de Atlântida e badass. Pena que resetaram ele pra camisetinha laranja e loirinho do corte cabelo playboyzinho príncipe da Disney de novo.

    Mas.vou dar uma olhada nesse encadernado antes do filme.

    • Bem, ele continua falando com peixe. hahaha

      Tem dois momentos nessa primeira fase dele dentro do Rebirth que vc fica pensando “sério Aquaman?” quando ele encontra o Arraia a primeira vez e quando encontra o Superman, mas se a gente tirar o preconceito e pensar nele como um ser “superior” você entende um pouco mais.

      Acho que vale a leitura sim, pelo menos do primeiro encadernado. A sequencia depende do gosto. Quando ele vira fugitivo fica bem legal, mais aí é lá no quinto encadernado.

  • Alexandra Gregório

    Eu particularmente sempre gostei do Aquaman, já li antes, eu tinha uns livrinhos e ficava lendo com meus amigos, cada um pegava um gibi e depois trocava, assim que a gente passava o recreio na escola quando era mais novinha, mas sempre gostei mais da Mulher Maravilha kkkk, falava q era ela, sim estou empolgada com filme, espero que seja bom né… Agora eu sempre vou vim aqui na caverna kkkk

    • Vem sim Alexandra.

      Eu também gostava mais da Mulher Maravilha, aliás, ainda gosto. Trindade primeiro, depois o restante. 😆

      Até!