NAS PRATELEIRAS #43 – Star Wars: Trilogia Thrawn

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #43 – Star Wars: Trilogia Thrawn

Aquela história que muitos consideravam como episódios 7, 8 e 9 de Star Wars ou, como na época era chamado, Guerra nas Estrelas finalmente chega ao fim no Brasil na sua adaptação para os quadrinhos. Nada mudou, continua excelente.

Foi em 1991, oito anos após o Retorno de Jedi, que chegava às livrarias a “verdadeira” continuação da saga Star Wars. Escrita por Timothy Zahn, fomos apresentados à um dos personagens mais complexos e interessantes desse universo, o mesmo que dá nome a série de livros que começa em Herdeiros do Império e termina em A Última Ordem: Grand Admiral Thrawn.

Após a morte do Imperador e a destruição da segunda Estrela de Morte, as naves imperiais fogem e se reúnem em um canto distante da galáxia. Entre os almirantes sobreviventes, o Thrawn se destaca em sua vontade em reerguer o Império e trazer a ordem na galáxia ponto um fim à recente Nova República. Enquanto isso, Han e Leia se casam e esperam os gêmeos e Luke busca conhecimento para restaurar a ordem Jedi. Bem, isso já dá um overview da situação até aqui.

Caverna do Caruso - Thrawn Trilogy - Talon Karrde e Mara Jade

Mara Jade e Talon Karrde em mais um plano

Apesar do sucesso da Trilogia Thrawn, muitas pessoas acharam a forma de escrita de Zahn cansativa ou mesmo lenta, mas isso mudaria em 1995 quando Mike Baron foi chamado pela Dark Horse Comics para adaptar a primeira parte da trilogia para os quadrinhos e atrair um novo público. Seu trabalho não foi difícil, né? (acho…) Pense que tínhamos novos personagens como Mara Jade ou o Tylon que já estavam prontos e adorados, tínhamos nossos antigos amigos das telas do cinema… só transferir de uma mídia para outra de maneira mais próxima possível e com um dinamismo que uma HQ precisa.

A arte de primeira parte é assinada por Oliver Vatine e Fred Blanchard, a Ascenção da Força Sombria é desenhada por Terry Dodson (Teen Titans: Terra Um, Harley Quinn, X-Men) e Edvin Biuković (X-Wing: Rogue Squadron) fecha o último capítulo da série. Nenhum “deixa a peteca cair”. Tá, pode ser por mais de 15 anos vendo os mesmos desenhos ajude, mas pode ser que eles sejam bons mesmo. rs.

Caverna do Caruso - Thrawn Trilogy - Admiral Thrawn e seus ysalamiri

Grand Admiral Thrawn e seus ysalamiri

Desde o lançamento nos EUA, duas edições dos livros foram lançados no Brasil, mas somente em 2017 que tivemos a primeira edição em português do encadernado de Herdeiros do Império pela Panini Comics. Mês passado, o terceiro encadernado foi lançado e, após 23 anos de espera para quem não teve acesso à edição americana, a história termina.

Vale lembrar que estamos falando de uma lenda do universo Star Wars já que, depois da aquisição dos direitos pela Disney, todo material lançado pela Dark Horse se tornou Legends. Mesmo assim, não deixa nada a desejar para qualquer produto da saga, podendo até ser considerado por você como sequência “oficial”, afinal, a Disney não comprou nossas mentes… ainda.

Tô Lendovantagens
  • TUDO! História, arte, Luke, Leia, Mara Jade, batalhas espaciais, Força… Star Wars!!!
  • Mais de 400 paǵinas de uma história sensacional! Se tiver que escolher, deixa The Last Jedi pra lá! Hahaha
  • Até o preço que o pessoal reclama tanto já caiu bastante desde o lançamento, só pesquisar.
Tô Lendodesvantagens
  • A espera foi grande…
  • E o timing ruim pro lançamento no Brasil, mas aí é um ponto negativo pra editora.

Se você é fã de Star Wars e não conhece essa história, é aquele “PRECISA LER” que você pode pular a fila fácil. Depois disso, vai poder entrar naquela roda de discussão: O Despertar da Força x Herdeiros do Império. Hehehe

E não deixe de escrever seu mensagem aqui nos comentários antes de ir. Qual sua relação com a Trilogia Thrawn? Nunca ouviu falar? Fã de carteirinha? Nem liga já que é Legends? E até semana que vem.

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2018-09-20T15:09:15+00:00 20 de setembro de 2018|7 Comentários
  • Bruno Messias

    Eu vi essas edições na banca, mas deixei passar… Acho que é porque já estou acompanhando a série mais nova das HQs de Star Wars (a que tem a Dr. Aphra e seus droides malignos). Estou curtindo muito essa série! Mas agora fiquei curioso com as HQs que indicou. Vou correr atrás!

    • Se você deixar o que já “aprendeu” sobre SW de lado e pensar como um futuro alternativo, vai curtir.

      Pra mim, como conheço Herdeiros do Império quase que tanto tempo quanto Star Wars, é como se fosse a mesma coisa. Difícil foi a aceitar que não veria Jacen e Jaina Solo no cinema, por exemplo. Hehehe

  • Ricardo Varotto

    Nice… Só li os livros. Por enquanto.

    • A HQ, como sempre, é uma versão resumida dos livros. Bem mais rápidos e alguns atalhos. Mas entendo como normal numa adaptação de uma mídia pra outra.

      Mas vale dar uma folheada para relembrar velhos amigos.

  • Lucas Borges Lkz

    única hq que li de Star Wars até hj foi X-Wing: Rogue Squadron, e achei demais e diferente, acho q o próximo passo vai ser essa Trilogia ai, pelo visto vale a pena, ótima matéria!

  • Para quem interessar, no site da Panini (lojapanini.com.br), usando o código CONSELHORJ30, encadernados de Star Wars da Trilogia Thrawn e novelização de Rogue One com 30% de desconto. Só até dia 30/09. Aproveitem.