NAS PRATELEIRAS #30 – Han Solo

Início/Destaques, Leia!, Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #30 – Han Solo

Está chegando aos cinemas o novo filme da franquia Star Wars: Han Solo! Taí uma ótima justificativa para você convencer ao seu esposo/esposa/namorado/namorada/mãe/pai para que deixe você comprar mais um quadrinho e colocar junto com “aquele monte de porcaria que não serve pra nada”.

Quando vi esta história em quadrinhos pela primeira lá em 2016 já fiquei empolgado porque o primeiro nome que aparece (depois de Han Solo, claro) é: Marjorie Liu. Ela vem mandando muito com Monstress (uma hora ou outra irá aparecer por aqui Nas Prateleiras) fora seu antigo trabalho com X-23, láááá atrás (falando só nos quadrinhos). Soma-se isso a arte mais que competente de Mark Brooks que já fez milhares de coisas na Marvel (curto muito o panning que ele faz em vários quadros) e já seria o suficiente para você comprar esse encadernado.

A história se passa após o episódio IV e a destruição da primeira Estrela da Morte. Han Solo e seu inseparável co-piloto Chewie estão em busca de um pouco de diversão e descanso… porém, enquanto não há paz, não há descanso (olha, ficou boa essa frase hein?).

Caverna do Caruso - Han Solo - Pagina 1

Han Solo… Check! Chewie… Check! Falcon… check!

Leia, ainda temerosa sobre confiar ou não nesse recém conhecido traficante, convoca Han para um missão a fim de encontrar um possível traidor na rebelião e, para isso, eles deverão usar e abusar da Millennium Falcon na conhecida corrida espacial: Dragon Void Run! Resumindo: uma corrida de podracer turbinada com direito a chegada de imperiais, trapaças e tudo que tem direito.

Como falei lá em cima, a arte de Mark Brooks funciona muito bem aqui em páginas inteiras cheias de espaçonaves e explosões. E não, não me cansa nem um pouco durante as cinco edições lançadas originalmente.

Fora a corrida e outras coisas que você só vai descobrir lendo a revista ou catando por aí, me diverti bastante com esse Han Solo malandro e galanteador que passa bem o que imaginamos que ele faria nas mesmas situações. Inclusive é bem legal ver um certo clima entre Leia e ele, apesar de ainda estarmos antes do sentimentos entre eles vir a público no Império Contra-Ataca.

Caverna do Caruso - Han Solo - Princela Leia

Participação especial da realeza

A variedade de personagens e raças alienígenas também deixa tudo bem interessante. O fato de estarmos em uma mídia onde é fácil criar personagens de duas cabeças e 6 braços, deixa a imaginação dos autores mais livres e vemos alguns representantes de espécies alienígenas que já conhecemos mesmo do Legends.

Pode haver umas quebras de ritmo durante a história, mas nada que estrague o divertimento desta obra. Aproveite para conhecer um pouco mais desse personagem que está chegando hoje às telas do cinema.

Tô Lendovantagens
  • Divertido demais! Você pode até achar a história simples, mas com certeza não tem nada de chata.
  • Gosto muito da arte e mantém o interesse de cada quadro lá em cima.
  • Falei só da arte “riscada”, mas vou deixar um espaço aqui para o trabalho de cores de Sonia Oback. Show!
  • Millenium Falcon! Millenium Falcon! Millenium Falcon! Falei três vezes e ela não apareceu… droga.
  •  Sempre é legal quando a história é fechadinha ali, sem precisar esperar um mês para continuar lendo. Um encadernado e pronto.
Tô Lendodesvantagens
  • Apesar dos bons personagens secundários, Han Solo e os personagens que já conhecemos, roubam a cena. (Nem sei se isso é ruim)
  • O ritmo muda um pouco em um ou dois momentos e pode fazer você querer correr a leitura para chegar na ação de novo. Paciência jovem padawan!
  • Tá, você sabe que nada demais vai acontecer com os personagens principais já que estamos no passado, mas não é por isso que é totalmente previsível… então precisa sair de casa para ir ao cinema ver o Han Solo.
  • Ah, só deve sair no Brasil mais perto do fim do ano.  Hoje, só em inglês mesmo.

Se gostou, deixa um comentário aí!!! Se não gostou, deixe sua reclamação!!! Queremos seu feedback!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2018-05-24T04:20:34+00:00 24 de maio de 2018|2 Comentários
  • Reyderson Reis

    Fiquei muito interessado em ler. Excelente Review!

    • Valeu Reyserson!
      Lê sim e depois manda o que achou. Abraço