NAS PRATELEIRAS #15 – Pantera Negra

Início/Leia!/Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #15 – Pantera Negra
Pantera Negra Uma Nacao Sob Nossos Pes - Panini

Criado em 1966, o Pantera Negra nunca foi um personagem que chamou minha atenção dentro do universo Marvel e acredito que tenha sido assim para muita gente. Na verdade, Wakanda e todo seu mistério como país mais desenvolvido no mundo e suas minas de vibranium sempre pareceram mais interessantes que o herói em si.

Apesar das aparições em outras revistas do Quarteto Fantástico ou Vingadores, talvez tenha sido apenas na época de seu casamento com a Tempestade e no arco da Guerra Civil que ficou mais popular. Após isso, T’Challa foi ganhando mais importância chegando à um dos principais personagens antes e durante os eventos de Guerras Secretas, porém, nada disso foi tão grande quanto a sua aparição em Capitão América: Guerra Civil nos cinemas! Agora sim! Chadwick Boseman fez um ótimo trabalho e deixa o herdeiro de Wakanda como um dos personagens mais badass de todo MCU.

Junto ao filme solo (não confundir com o filme Solo), cresce a procura por material do Pantera Negra e nos leva até Uma Nação Sob Nossos Pés. No arco de histórias que engloba as doze primeiras edições americanas de Black Panther, lançadas aqui no Brasil nos encadernados de um a três pela Panini (o primeiro encadernado possui a história da primeira aparição do personagem em Quarteto Fantástico #52 e o segundo duas edições de Jungle Action), retornamos no tempo até uma Wakanda antes da chegada da Cisne Negro (guarde essa informação aí por enquanto). Abalado pela guerra contra a Atlantis de Namor, com muitas baixas, o povo está desacreditado em sua monarquia e muitos aproveitadores podem levar a nação africana à uma guerra civil e à anarquia.

Pantera Negra - Uma Nação sob nossos pés

Acho que essa imagem mostra o que é um país em caos

Enquanto um grupo de oposição ao governo se mostra influenciando a população, de cara tudo piora numa tentativa fracassada do Pantera Negra em conter uma revolta. Ao mesmo tempo, uma de suas Dora Milaje (guarda pessoal do rei) é condenada à morte, mas foge com ajuda de uma companheira criando um novo grupo rebelde (talvez a trama que mais se mostra interessante aqui). Soma-se tudo isso e temos um dos piores momentos da história do país mais rico do mundo com T’Challa retornando ao posto de Rei após a “morte” da rainha e sua meia-irmã Shuri (guarde isso aqui também), sofrendo todo o peso da coroa em sua cabeça.

O título é ilustrado pelo veterano Brian Stelfreeze, mas o que chamou mesmo atenção foi a chegada de Ta-Nehisi Coates, jornalista e escritor ganhador de prêmios, pela primeira vez em uma HQ. Coates traz uma história com muita profundidade cultural, filosófica, religiosa até e com críticas sociais como já era de se esperar. Diferente do que estamos acostumados a ver em um quadrinho de super-herói “padrão” de linha editorial como da Marvel, achei muito bom termos essa visão do mundo.

Shuri - Pantera Negra

Shuri como Pantera Negra, afinal, com o poder vem grandes responsabilidades

A parte não tão boa fica por conta do passado de Wakanda e de sua monarquia, mostrando relações entre personagens e um T’Challa preocupado com sua posição como novo rei. Não pelo que é mostrado, isso até é legal, mas pela forma que é mostrado: parece que tem uma queda do ritmo nessas horas e não deixa os acontecimentos fluírem melhor.

Também tenho (muita) dúvida sobre como novos leitores chegaram no meio dessa situação de caos sem o background dos acontecimentos anteriores. Na verdade, nem leitores antigos. Lembra que falei pra guardar duas informações? Vamos lá: a história continua após Guerras Secretas #09 que retoma do ponto lá de Novos Vingadores #01 antes da chegada da Cisne Negra (as páginas que mostram a mesma sequência nas duas revistas lá no fim), porém Shuri está “morta” e presa em âmbar (que deveria ter ocorrido com o ataque da Próxima Meia Noite) em um evento que não deveria acontecer nessa nova linha temporal!! WTF?!?! Por favor, alguém tem que me ajudar nessa aqui…

Tirando essa confusão prequel à história, gostei bastante de acompanhar o Pantera numa saga que sai do lugar comum. Queria até falar mais sobre o que acontece, sobre a irmã do T’Challa (acho a Shuri muito f0b@)… mas fica pra outro momento (e aqui torcendo pela personagem no filme também!).

Vale citar que A Nation under Our Feet também é o nome de um livro ganhador do Pulitzer sobre parte da história americana, durante a Gurra Civil (deles e não da Marvel), e como afetou milhões de afro-americanos de várias maneiras. Ótima homenagem.

Tô Lendovantagens
  • Quadrinho de super-herói com pegada política-social.
  • Pode funcionar como porta de entrada de novos leitores, quem sabe.
  • Um filme de duas horas não te dará um background de Wakanda e te deixará querendo mais. Aqui você pode ter um bom complemento ao filme.
  • A saga completa (três livros) é fácil de achar e com um preço justo, tudo já lançado no Brasil.
Tô Lendodesvantagens
  • Uma desvantagem: conhecimento das histórias anteriores pode gerar confusão sobre como chegamos ali e sem conhecimento das histórias anteriores pode gerar confusão sobre como chegamos ali também. Ou seja… acho melhor ignorar umas coisas e se divertir.

Mas e aí, você já lia as aventuras do Pantera Negra? Conhecia mais, menos ou mais ou menos? E apostas do filmes? Ah, já viu? O que achou?

Não deixe de comentar (principalmente se você conseguir explicar como tudo chegou a esse ponto sem que seja um furo de roteiro rs…)!

Tô LendoAlgumas imagens!
Pantera Negra - Guerras Secretas
Pantera Negra - Guerras Secretas #09
Pantera Negra - Novos Vingadores #01
Pantera Negra - New Avengers
Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2018-04-05T14:11:08+00:00 1 de fevereiro de 2018|10 Comentários
  • Jean Carlos

    Confesso que faz tempo não leio Pantera Negra, li quando era formatinho ainda mais ta ai um boa dica e esta faltando em minha coleção, o filme eu não gostei do ator, toda vez que olho pra ele lembro dele em James Brown, e pior que eu também não gosto do ator que vai ser Killmonger que eu já lembro da merda do Quarteto Fantástico rsrsrsrsrsrsr não estou na expectativa mais vou assistir.

    • Tá bem diferente agora, vale dar uma olhada pelo menos. Ele cresceu muito em importância.

      Sobre o filme, acho que vai ser foda mesmo. Hahaha Mas por isso até que fico com medo, a tal da expectativa!

  • Capitão CoruJão

    Eu li o primeiro volume da Panini e depois uma crítica do Poderoso Porco no MDM com a qual concordei muito: Wakanda está irreconhecível se comparada com todas as hqs anteriores do Pantera. Essa alanmoorização de Wakanda, enfatizando o caos social, levantes, conspirações, ruptura internas e guerra, como leitor velhaco do Pantera, me soa totalmente estranha numa nação que sempre foi pintada como a mais avançada do mundo, não só tecnologicamente mas também nos outros aspectos humanos e sociais..
    Estou fazendo força para comprar a ideia do novo autor. Vamos ver os próximos capítulos.

    • Poderoso Porco mandou bem. É por aí, estranho mesmo, porém não acho isso ruim. Todas as grandes nações do mundo já tiveram seus momentos de decadência e queda, por que seria diferente com Wakanda? Talvez estivesse na hora de trazer a realidade para esse povo que vivia dentro da sua bolha.

      No segundo livro, a trama política segue e vemos T’Challa mais de uma vez falando sobre Wakanda como uma nação, sobre honra, como deveria ser… eu tô curtindo.

  • Darth Paul Poor Traaais

    Uma opção interessante pra quem deseja embargar com rumo a Wakanda. Não é o meu caso, já que estou bem satisfeito com o que já sei. Mas uma recomendação dessas não passará “em branco”! (Hein? Hein?!?!)

  • Boa, Tibério! Fiquei curioso quando vi os encadernados da Panini, as capas são muito bonitas, mas não consegui pegar nenhum pra folhear. Sua coluna agora me deixou com o caminho livre pra catar essa leitura!
    Respondendo ao início da sua coluna, eu tinha uma enorme curiosidade para ler o Pantera Negra naquela fase desenhada pelo John Romita Jr, lembra? Início dos anos 2000. Nunca consegui colocar as mãos nela, até que a Salvat decidiu publicar aqui e não me decepcionei nem um pouco, mesmo lendo ela muitos anos depois! Recomendo essa leitura pro leitor de primeira viagem também. Acho que ela tem um certo ar de reboot que deve facilitar a apresentação dos personagens e do universo wakandiano para quem quer conhecê-lo um primeira vez! E essa edição é facinha facinha de achar.
    Outra coisa: como é o traço dessa nova? É bacana? A capa sugere um baita desenhista!

    • Eu curti a arte. O livro um é todo pelo Brian Stelfreeze que fica marcado pelo uso das sombras, quadros com ponto de luz… bem legal. O livro dois já é pelo Chris Sprouse que tem uma arte legal, mas… eu não consigo reconhecer. O cara manda bem, mas se me mostrar uma página dele solta, não adivinharia o artista.
      O livro três têm as histórias ilustradas pelos dois artistas anteriores.

      • UÔU!! Me AMARRO no Chris Sprouse!!! Agora vou atrás COM CERTEZA!!!