NAS PRATELEIRAS #08 – Artists’ Alley na CCXP

Início/Leia!/Nas Prateleiras/NAS PRATELEIRAS #08 – Artists’ Alley na CCXP
Artists Alley CCXP 2018

O lugar que mais gosto nos eventos de quadrinhos do mundo todo são os stands onde podemos ficar frente a frente com os artistas responsáveis pelas obras que tanto nos divertem durante a vida. Essa é a Artists’ Alley!

Além de grandes nomes já estabelecidos no mercado de quadrinhos mundial como Amy Chu, Arthur Adams, Bill Sienkiewicz, Gail Simone, Humberto Ramos, Ivan Reis entre muitos outros temos um leque enorme de grandes artistas brasileiros que estarão lá apresentando seus novos (ou antigos) trabalhos independentes nas mais de 350 mesas desta área do evento.

Tenho visto o cenário nacional de quadrinhos independentes crescendo a cada ano e podemos perceber, mesmo não estando do lado de lá, cada vez mais novidades nas prateleiras e novos projetos sendo produzidos mesmo que através de sites de financiamento coletivo. Alguns conseguem bater todas as metas, outro irão depender de um esforço financeiro maior do artista ou de um patrocínio de uma grande editora, fato é que estamos cada dia mais com material de alta qualidade surgindo no Brasil, com histórias que estão mais perto da nossa realidade e de gente como a gente.

Não vou conseguir falar de todos, nem conseguiria, mas vou tentar fazer um apanhado rápido com alguns dos projetos mais legais que você pode encontrar lá!

Artists Alley CCXP 2018

Fãs frente a frente com seus artistas favoritos

Um projeto que curti muito ano passado foi Black Silence da Mary Cagnin. É uma ficção científica espacial com um pouco de suspense e um clima bem legal. Se tem alguma dúvida se deve passar lá no stand F17, dê uma lida na primeira parte da HQ.

Um galera que vale a visita é o pessoal da Quad Comics nos stands E-34 e E-35. Além do QUAD que teve 3 edições e conta 4 histórias diferentes, ficção científica de primeira, uma melhor que a outra, você pode encontrar a HQ Opala 76 do Eduardo Ferigato ou Svalbard do Diego Sanches.

Felipe Cagno é um dos artistas nacionais que mais acompanho recentemente e todos os projetos do cara são sensacionais. Além de Os Poucos e Amaldiçoados, que já foi financiado e publicado em inglês, temos outros ótimos quadrinhos do autor. Mas mantendo o foco, a saga da Ruiva, como é chamada a personagem principal da saga, está chegando na sua quarta edição e junto com isso temos o lançamento das crônicas, que contam histórias paralelas desse universo de western com muita ação e ilustrações lindas do Fabiano Neves. A Ruiva vai estar na mesa H19.

Comunhão foi o segundo e mais atual projeto do ator e roteirista Felipe Folgosi. Uma aventura cheia de suspense e terror, já vi nas prateleiras das bancas aqui no Rio, mas muito melhor pegar pessoalmente com o artista para vir com aquele autógrafo e dedicatória. Aproveite para ler também o Aurora! Anote aí, A14!

Artists Alley CCXP Comunhão - Felipe Folgosi

Capa de Comunhão do Felipe Folgosi

Do quadrinista e podcaster do MdM, Rodney Buchemi, A Ordem de Licaão, quadrinho de Lobisomens com uma pegada bem dinâmica e plot twists, já teve duas edições e aguardo ansiosamente pela continuação. Aliás, falamos bastante do tema no Podcrastinadores sobre Lobisomens com a participação do próprio. Mesa G44!

Salto, do Rapha Pinheiro, que já conhecia de Os Tomos de Tessa, chegou quentinho do forno esses dias é outra HQ que merece sua leitura. 94 páginas, história fechada, num universo steampunk bem legal e diferente do que podemos ver em outros lugares. Só digo que curti! Salte lá na mesa G31. tum dum tssshhh

Tem um artista que merece respeito é o BRÄO, putz, me amarro muito na arte do cara e Diva Satânica saiu “ontem” direto para a CCXP. Ah, só avisando, são quadrinhos para adultos e para quem não tem medinho de escuro… Mesa E27 é parada obrigatória.

A arte de Julia Bax tem um diferencial que não consigo explicar e me prende na hora, sensacional o que ela faz ainda mais com um pincel nas mãos. A versão impressa de Nina & Tomas foi financiado este ano e está chegando em primeira mão na CCXP. Não li a versão final ainda, mas tô muito curioso para ver o resultado que nem acabei de ler tudo que tinha online pra não ter spoiler. B14 é a mesa da Julia.

Artists Alley CCXP Calango

Você sabe que é sucesso quando tem até colecionável!

Calango está na sua segunda edição e posso dizer que é linda! A história nos dá uma ideia de um sertão brasileiro com uma personalidade própria. Com argumentos de Cristiano Seixas e arte de Eduardo Pansica, você encontra lá na mesa G39.

Mylle Silva segue o projeto iniciado e bem sucedido de 2016 e lança A Samurai – Primeira Batalha. Com um dream team com muito girl power, seguindo as palavras da Mylle, tô pilhado para ler mais histórias da Samurai que li ano passado. Ela vai estar lá na mesa F16, mas o resto da galera que fez parte dos dois quadrinhos estarão espalhados pelo evento para você colecionar os autógrafos.

Além de todos esses e outras centenas de HQs que já tive o prazer de ler e poderia ficar horas escrevendo posso citar Tengu (Lucas Pereira), Never Die Club (Quadro a Quadro), EXE – Esplendor x Efêmero (Danilo Franco, Jun Sugiyama), Natureza Artificial (Jader Corrêa), Pátria Amada / Visões de Guerra (Instituto HQ), A Última Bailarina Contra-Ataca (Guilherme de Sousa) e Bully (Júlio Brilha). Todos esses (tenho quase certeza) você vai encontrar lá no Artists’ Alley da CCXP 2017.

Quem sabe na volta com a mala cheia não traga mais novidades aqui. Não deixe de conferir!

Tiberio Velasquez

Por: Tibério Velasquez

Analista de sistemas por profissão, integrante do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, Tibério também é fotógrafo, turista, iPhoner e colecionador. Curte de tudo: filmes, músicas, livros, séries, peças teatrais, jogos e quadrinhos. Nerdices à parte, assiste sempre MMA, NFL, Rugby, NBA, MLB, futebol, e tenta não deixar a prática de esporte de lado.

2018-01-04T16:38:23+00:00 7 de dezembro de 2017|4 Comentários
  • Durepox

    Grande Caruso, foi muito bacana conhecer vc e o tiberio na CCXP. OBS: o cara tem excelentes piadas, para com o bullying! OBS2: Abaixo ao beijo no celular. 😂😂😂

    • Isso, excelentes!! Ouviu!
      HAhaha

  • Leandro Gouveia

    A CCXP tá demais! Grandes quadrinistas, escritores, podcasters…Valeu demais!!!
    Parabéns pelo trabalho Caruso e Tiberio!!!
    Abraço