CdC #86 – INDEH A Story Of The Apache Wars

Início/Caverna do Caruso, Destaques, Leia!/CdC #86 – INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars

Indeh foi uma excelente surpresa, em várias camadas! A primeira é que foi um presente do meu sogro! Isso mesmo, eu tenho o melhor sogro do mundo (que já apareceu por aqui salvando o mundo na Caverna #82)! Ele foi a NY Comicon e, dentre outras coisas (como uma foto do Erik Larsen) me trouxe essa belíssima edição em capa dura.

A segunda surpresa é que se trata de um faroeste primoroso! Eu nunca fui muito dado a faroeste, mas essa história me pegou como um tiro certeiro em um vilão no telhado! Essa surpresa ainda esconde outra surpresa: é baseada em fatos reais! (Vamos a isso mais adiante!)

E a terceira surpresa é que ela é escrita por ninguém menos que Ethan Hawke! Sim, o ator Hollywoodiano que fez Gattaca! Sim, meu filme preferido, por isso a citação aleatória! Meu sogro estava lá, na palestra dele, justamente por que pensou “Ih, Ethan Hawke?? Taí, vou ver o cara de perto!” acabou se interessando pela HQ do cara e me trazendo de presente esse belíssimo encadernado de capa dura!

O roteiro conta uma passagem obscura da história americana, a guerra contra as diferentes tribos indígenas na época da corrida para o oeste. Uma guerra muito sangrenta e sem nenhum glamour, diferente do que mostram em boa parte dos filmes de faroeste de antigamente. “Indeh” inclusive é uma palavra indígena, com um significado muito bonito e complicado, que vai ficar te esperando lá no livro para ser compreendido, tá bom?? Eu, hein! Tá achando que eu tenho que dar tudo de mão beijada? Não, não.

No posfácio, o Ethan Hawke conta que a ideia original era fazer um filme, mas nenhum estúdio se interessou por um protagonista não-americano (até quando, Hollywood, até quando??), daí veio a solução: apelar para a nona arte! E que solução! Falemos mais sobre arte do livro mais abaixo. Hawke também conta no postácio uma passagem muito particular de sua infância, quando viajando de carro com o pai entrou sem querer em uma reserva indígena e viu seu pai com medo pela primeira vez. Quando lhe foi explicada a razão para tanto, ele pode perceber que a história era bem mais complexa que os livros do colégio e os filmes da TV contavam e ficou obcecado desde então.

Para a tarefa de trazer essa trama para a realidade, ele se uniu ao BRILHANTE ilustrador Greg Ruth, que, sem dúvida, faz valer o livro! Se você não acredita, dá uma paquerada nas imagens separadas aí embaixo! A arte do homem é um verdadeiro desbunde! Cada quadrinho é uma obra de arte, digna de Alex Ross, mas com um estilo totalmente próprio. A impressão que dá é que você foi parar no meio da guerra apache.

Essa é uma edição essencial para todos os amantes da nona arte, sejam eles fãs de faroeste ou não. E eu aproveito para agradecer mais uma vez pelo presente e por esse sogro incrível que deus me deu!

Vamos às vantagens e desvantagens:

Tô Lendovantagens
  • Volume único.
  • História pungente, baseada em fatos reais.
  • Arte primorosa.
  • Pra quem ama faroeste, é incrível!
  • Pra quem não ama faroeste, também!
  • O posfácio do Ethan Hawk, embora eu tenha descrito aqui mal e porcamente, é quase tão interessante quanto a obra e vale bem a leitura! Estabelece a relação com o pai, a paixão do jovem Ethan Hawk por quadrinhos e o velho oeste de verdade. É engraçado ver como um gosto em comum aproxima as pessoas, me senti super íntimo do cara, sem nunca ter conhecido ele, só porque ele gosta de quadrinhos! Ethan Hawke, meu BFF!
  • Arte primorosa (Eu sei que eu já falei isso, mas é que é tão primorosa que eu preciso falar de novo).
  • Você encontra ela por bons preços na Amazon!
Tô Lendodesvantagens
  • Não saiu no Brasil.
  • Vai ter que caprichar no seu cursinho de inglês.
  • A arte é preto e branco (mas são tantos tons de cinza, que não chega a ser uma desvantagem, mas tem gente que reclama…).
  • Como não conhecemos a história das diferentes tribos indígenas, essa é uma leitura que requer uma atenção redobrada. É muito fácil se perder entre os personagens, ainda mais na arte em preto e branco (tai, acabei de entender a desvantagem da arte em preto e branco!).
  • A história tem momentos pesados.
  • Cavalos morrendo. Me dá uma agonia isso. Até desenhado me dá agonia.
Tô LendoAlgumas imagens!
INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars
INDEH A Story Of The Apache Wars

E aí? Alguém já leu?? Por favor, entra nos comentários e conversa comigo! Eu só conheço eu que tenha lido isso e não aguento mais falar sozinho! Nem meu sogro leu! Se não, também aceito outras indicações de bons faroestes, em quadrinhos ou no cinema. Solta o verbo!

Até a próxima e boas leituras!

2018-01-10T14:04:10+00:00 10 de janeiro de 2018|12 Comentários
  • Dudley_o_Boxista

    Ainda bem que tu falou que posso encontrar na Amazon e não preciso perguntar Indeh que eu posso comprar.

  • George Mahalo

    Meu caríssimo genro fico feliz que vc tenha curtido de verdade esse trabalho do Hawke que é um ator com quem simpatizo muito e acompanho desde Sociedade dos Poetas Mortos! Ruboresci com os elogios generosos e imerecidos dado que o sortudo no caso fui eu tendo vc como genro!! Me açoito publicamente pela vergonha de ainda não ter lido o INDEH mas prometo tomar vergonha na cara em breve!! Tenho umas fotos da palestra deles na NYCC e vou procurar pra ajudar a ilustrar a matéria se vc quiser. abração

    • Hahaha Você é demais, sogrão! Sua hábil maestria com as palavras já enaltece em muito minha humilde coluna, mas as fotos serão bem vindas também!!! Mais uma vez, obrigado por esse presentaço!

  • Jean Carlos

    Muito maneiro saber que o Ethan Hawke tem esse talento pra escrever também eu já era fã do cara, assisti um filme com ele esses dias ele interpreta o cantor Chet Baker o nome do filme é Born to Be Blue ele mandou bem demais.

    Minha indicação de faroeste e meu favorito também é Jovens Pistoleiros e Jovens Demais pra Morrer com Emilio Estevez, Kiefer Sutherland o Charlie Sheen ta no elenco também, muito bom artigo mais uma vez Fernando!!

    • Opa, muito obrigado, fico feliz que você tenha curtido a coluna! Obrigado por vir aqui também deixar seu input mais uma vez! Essa é a parte que eu mais gosto de ter um site, trocar ideia com as pessoas sobre nerdices!
      Cara, eu lembro de ter visto cenas desse filme algumas vezes e ter achado maneiríssimo todas as vezes! Mas nunca vi o filme inteiro. Taí vou catar pra ver! Me amarro no Kiefer Sutherland!

  • Muito bom isso! Conheci na primeira vez que você falou dela e tô voltando pra confirmar!

    • Você que é fãzoca da Amazon vai encontrar excelentes promoções por lá! Fiquei de cara ao encontrar uma promoção que saía por 50 reais! R-E-A-I-S!!!!

  • Giorgio Galli

    Boa dica! Curto bastante o gênero e babei com as ilustrações. Vou ficar de olho! Valeu Caruso!

    • Graaaaaaande mestre Giorgio!!! Quando você puser as mãos nesse álbum, vou muito querer saber a sua opinião! Forte abraço, obrigado por abrilhantar aqui a coluna!!!

      • Giorgio Galli

        Tamo junto! Vou ficar acompanhando! Grande abraço!

  • Dudley_o_Boxista

    Por tua culpa comprei e li, achei bem bacana, arte muito foda, mas me perdi demais nos personagens, por ser algo mais realista, alguns personagens não tem nenhuma característica física que os diferencie muito, e eu por vezes não fazia ideia se o personagem no quadro já tinha aparecido antes ou não. Bem como tu comentou nos contras mesmo. Mas achei uma leitura boa, e sinto que entendo um pouquinho melhor do assunto do que antes, achei bem bacana.