CDC #51 – Girls

Girls HQ

Girls é mais uma criação dos Luna Brothers, de quem eu já falei aqui nas colunas sobre Sword, Ultra: Sete Dias e Alex + Ada. Embora eu não considere essa a melhor criação deles, acho indiscutível que eles têm uma média altíssima, com tramas bem diferenciadas!

A história absurdamente resumida é a seguinte: numa cidadezinha muito inha do interior dos Estados Unidos, começam a aparecer umas mulheres nuas sem explicação, no melhor estilo Walking Dead. Ninguém sabe o que elas querem e como elas chegaram lá, o fato é que já aconteceu, não importa. O que importa é que elas matam as mulheres e copulam com os homens, gerando mais mulheres. Com a cidade presa dentro de uma redoma (muito parecida, aliás, com Under The Dome, do Stephen King), os habitantes dessa cidadezinha têm que se organizar para sobreviver, novamente no melhor estilo Walking Dead e – por que não? – Lost.

Mais do que a premissa bastante absurda, o que mais me chama atenção na história é a abordagem “realista” da revista, que levanta discussões muito interessantes sobre o comportamento das pessoas em situações extremas. E mais especificamente, os comportamentos masculinos e femininos nesse caso.

A arte, apesar de bastante estilizada, também consegue ajudar para esse clima “realista”. Não temos ângulos muito espetaculares, nem poses muito “super heróicas”. Tudo tem esse ar de acontecendo no quintal de casa. Pra quem leu Sword e Ultra, chega a parecer que se trata da mesma revista. Eu sou suspeito pra falar, eu gosto muito da arte deles. E das cores, também, que têm um tom bastante cinematográfico, que ajudam a ambientar as cenas e te colocar dentro da história.

Um enorme porém, no entanto, é o final, que é uma bela porcaria. Que já fique aqui avisado, para que ninguém se surpreenda negativamente. O final é completamente sem sentido e decepcionante. Ainda assim, isso não invalida nem um pouco essa jornada peculiar criada por esses irmãos loucos. Cada capítulo, cada situação e cada personagem, providencia uma história em quadrinhos excelentíssima, que merece ser conhecida por todos. (Apesar do final merda.)

Tô Lendovantagens
  • Só quatro volumes, já completos há muito tempo
  • Publicados pela Image Comics, não são nenhuma raridade, fácil de achar nas livrarias importadas da vida. (Pra procurar na internet, é bom fazer a busca como “Girls Luna Brothers”, porque se você procurar só por “Girls”… bem… você vai achar tudo, menos quadrinhos… Capaz até de esquecer o que estava procurando) 
  • História muito diferente
  • Personagens bastante realistas
  • Leitura veloz, trama que te prende, fazendo você devorar cada edição
  • Arte diferenciada
  • Excelente para quem curtiu The Walking Dead e Y: The Last Man, tanto no tocante “sobrevivência” quanto no tocante às discussões que a história traz
  • Ótima para atrair leitores de primeira viagem, que acham que quadrinhos é só bobagens de super-heróis
  • Leitura Unissex, igualmente interessante para meninos e meninas, podendo gerar ótimas conversas entre ambos os sexos. Capaz de gerar opiniões bastante distintas e discussões bem interessantes
Tô Lendodesvantagens
  • Nunca foi publicado no Brasil
  • Um final horroroso, capaz de fazer até o Grant Morrison pensar “nossa, que jeito ruim de terminar uma história”
  • O traço estilizado dos Luna Brothers pode afastar algumas pessoas

Bem, é isso. Apesar do final horroroso mencionado inúmeras vezes, essa é uma das minhas revistas preferidas! Esquisito, né? Vai entender… De qualquer forma, vou adorar conversar sobre ela! Então, se você já conhece (duvido), por favor, deixe aqui o seu parecer. Se ficou curioso, tire suas dúvidas! Estou aqui para conversar sobre quadrinhos, já que a minha mulher não quer falar comigo sobre isso…

Até a próxima quarta e boas leituras!

Tô LendoAlgumas imagens!
Girls HQ
Girls HQ
Girls HQ
Girls HQ
2019-10-01T14:41:49+00:00 2 de outubro de 2019|0 Comentários