CDC #44 ENTRE A FOICE E O MARTELO

Início/Caverna do Caruso, Destaques, Leia!/CDC #44 ENTRE A FOICE E O MARTELO
Entre a Foice e o Martelo HQ

Hora da nossa colher de chá! E a colher de chá de hoje tem um sabor especial carregado de Vodka. Hoje vamos falar de Superman – Entre a Foice e o Martelo, uma das minhas histórias preferidíssimas do homem de aço, que não é possível que tenha passado despercebida pelo nerdar (radar nerd) de muita gente, mas vamos lá!

Acho que já falei aqui quando escrevi sobre Identidade Secreta como é difícil escrever uma história interessante para um personagem tão cheio de poderes como o Super Homem. Mas sem dúvida, Mark Millar superou esse obstáculo com maestria.

A trama basicamente é a seguinte: o que aconteceria se a nave kryptoniana carregando o Superman ao invés de cair nos Estados Unidos tivesse caído na antiga União Soviética? A premissa é tão boa, que, por si só, é capaz de deixar qualquer um pensando nas ramificações. E foi isso que o Millar fez, desenvolvendo tão bem, que eu não vou falar nada mais da trama além disso, para não estragar a leitura alheia.

A arte é de ninguém menos que Dave Johnson, conhecido por muitos pelas capas de 100 Balas (fenomenais, todas elas!), que parece optar por um look retro, utilizando magistralmente traços angulosos que ambientam muito bem a trama, sem perder a agilidade quando necessária.

Outra ferramenta muito boa de ambientação é a colorização, sensacional, deixando você quase instantaneamente saber se está na URSS ou na América, antes mesmo de ler os recordatórios.

Além da história é bem curioso ver o desenvolvimento dos personagens periféricos nesse “novo mundo”, criado todo apenas por um “deslize” geográfico. Isso sem falar na melhor batalha entre Super-Homem e Lex Luthor de todos os tempos, na minha humilde opinião!

Esse é um título Else Worlds (que apresenta versões alternativas para os personagens da DC), mas que poderia muito bem fazer parte da cronologia oficial, se você mudar uma única frasesinha no final. Que, aliás, eu achei genial! (Mas sem spoilers!!!)

Então vamos às vantagens e desvantagens:

Tô Lendovantagens
  • Publicado no Brasil! Êêêê!!! TRÊS vezes!!! Êêêê novamente!!! A primeira vez em 2004 no formato mini-série em 3 edições, a segunda em um único encadernado, em 2006 e, mais recentemente em um encadernado de luxo da Panini.
  • Por conta dessas duas publicações e ainda mais pelas tiragens razoavelmente altas da editora, não é nenhuma raridade você encontrar essa maravilhosa revista dando sopa em sebos desavisadamente… Então se liga!
  • Não é sempre que você pega um Mark Millar (autor de Kick Ass, Supremos, e tantas outras coisas incríveis) escrevendo o Super-Homem!
  • Arte muito boa do Dave Johnson, que normalmente faz só capas (ele também fez muitas do Justiceiro MAX e Deadpool)
  • História bastante criativa
  • Apesar da quantidade relativamente grande de texto, essa é uma mini série que você lê voando!
Tô Lendodesvantagens
  • Por ser uma mini-série tão boa, não é incomum você encontrar gente metendo a mão na hora de vendê-la! Vi no Mercado Livre ela variando de 135 a 300 reais! Mas, como eu falei nas vantagens, eu acho que não é impossível você achá-la por preços bem mais acessíveis…
  • É preciso um mínimo conhecimento de Super-Homem pra apreciá-la totalmente. Acho que essa não pode servir como porta de entrada para o personagem, no caso do leitor ser um marinheiro de primeira viagem.
  • Pelo mesmo motivo, acho que ela não serve tanto para marinheiros de primeiríssima viagem (gente que nunca leu uma HQ na vida)… Do contrário, o embate final com o Luthor perde um pouco da força.

Essa sem dúvida é uma daquelas revistas que merecem ser lida, relida e emprestada para os coleguinhas! E você? Já leu? Não leu? Não importa qual for o caso, eu vou querer saber a sua opinião! Deixe um comentário e ele será respondido!

Até a próxima e boas leituras!

Tô LendoAlgumas imagens!
Entre a Foice e o Martelo HQ
Entre a Foice e o Martelo HQ
2019-06-26T12:33:50+00:00 26 de junho de 2019|0 Comentários