O Livro dos Barcos da Editora Avec é uma pequena publicação inversamente proporcial ao impacto que ela causa. Digo isso porque eu mesmo fiquei impactado. E eu nunca andei de barco.

Mais do que uma trama, o que temos aqui é uma espécie de diário em quadrinhos do autor, desde a sequência de eventos que o levaram a comprar um barco, até sua primeira viagem pelo mundo sozinho, se entendendo com ele.

A narrativa consegue – com o perdão do trocadilho – navegar entre o filosófico / existencial e o completamente mundano, algo que eu adoro. Esse equilíbrio evita que o livro caia num tom pedante, estilo auto ajuda, sem no entanto nos privar da ajuda que as elocubrações do autor oferecem. Ali tem vários questionamentos poderosos, sobre o que realmente nos é essencial, o que definimos como a nossa realidade mas no fundo são apenas desculpas para nos proteger de nos arriscarmos. Até que ponto trabalho, casamento e até família funcionam como âncoras para nos impedir de alcançar nossos sonhos mais íntimos ou alçar novos vôos?

A arte da narrativa também é bem interessante, passeando pelo realismo preciso em algumas ocasiões e um abstracionismo sensorial em outras. Tudo muito colorido, bastante imersivo. Achei uma experiência maravilhosa fazer mergulhar nas viagens do protagonista, sem precisar sair de casa. Até porque eu mesmo jamais faria nenhuma daquelas romarias! Recomendo.

Vamos para algumas vantagens e desvantagens:

Tô Lendovantagens
  • Quadrinho nacional! Êêêê! Comprando você ajuda a salvar a economia do país!
  • Volume único.
  • Formato livrinho, perfeito pra você levar em qualquer viagem
  • Questionamentos profundos e fundamentais para se fazer de vez em quando
  • Com humor! Igrediente fundamental para qualquer receita, na opinião do chef que voz fala!
  • Arte fenomenal do Vitor Coelho
  • Um jeito muito econômico de viajar sem sair de casa
  • Bom de ter na cabeceira, pra reler de tempos em tempos
Tô Lendodesvantagens
  • A capa não parece uma capa de quadrinhos. Parece uma capa de livro de poesias de algum namorado de uma amiga sua. Isso pode fazer com que você passe batido por ele sem dar aquela folheada.
  • A folheada também pode não ser muito inspiradora! A ausência de uma seqüência narrativa muito clara, pode dar a impressão errada do conteúdo da obra, que é bem direto. Basta ler as primeiras páginas que você vai ficar fisgado, confia em mim.
  • Pode fazer você abandoar o seu relacionamento, largar o trabalho e viajar sozinho por aí. Então cuidado, siga por sua própria conta e risco.

Vou adorar saber a opinião de quem já leu o Livro dos Barcos. Como eu acho difícil encontrar alguém que já tenha lido por aqui, quero fazer uma segunda pergunta: qual é a viagem que você sonha em fazer e ainda não fez?

Tô LendoAlgumas imagens!