CDC #154 – Dog Mendonça e Pizzaboy

Início/Caverna do Caruso, Destaques, Leia!/CDC #154 – Dog Mendonça e Pizzaboy
DOG MENDONÇA E PIZZABOY

Tenho vergonha de admitir, mas eu demorei muito para ler Dog Mendonça e Pizzaboy. Quando eu li, eu me arrependi mais ainda de ter demorado tanto! Ganhei esse livro de presente de um amigo português que eu conheci na produção do Muito Giro, um programa em Portugal que eu fiz para o Multishow. Anos depois, em visita ao Brasil, ele me presentou com essa pérola e, outros anos depois, eu finalmente li. E amei.

Dog Mendonça e Pizzaboy mistura, com maestria, terror, aventura e comédia. Acompanhos um entregador de pizzas que tem a sua lambreta roubada e por isso acaba cruzando caminho com Dog Mendonça, investigador do paranormal (talvez esteja aí a razão de Dog no nome, fazendo referência ao seu “colega de matilha” italiano, Dylan Dog). Dog Mendonça lembra muito o Sam, da dupla de detetives coadjuvantes de Spawn – Sam & Twitch, em toda sua corpulência e grosseria. O que temos a partir daí, é um passeio por uma Lisboa sinistra, que revela uma infestação de demônios em sua rede de esgotos. Apesar do tema, a história é leve e te faz ler sem parar, do início ao fim.

E também te faz passear por Portugal. Como eu relatei no início da resenha, estive lá durante um mês gravando um programa de TV. Dog Mendonça e Pizzaboy me deram a oportunidade de passear por suas ruas novamente, de um jeito completamente novo!

A arte de Juan Cavia é cartunesca, mas sem nos tirar a noção de perigo. Sua narrativa é extremamente cinematográfica e, aliada as cores de Santiago Villa, nos faz mergulhar na história como se estivessemos na sala de cinema. Talvez não à toa o roteiro tenha sido originalmente pensado como filme e (muito bem) adaptado para os quadrinhos por motivos “orçamentários”. E também não à toa as edições contem com os prefácios de John Landis e George Romero.

Essa é uma daquelas que fez muito sucesso em sua terra natal (ganhou vários prêmios em Portugal, adaptação para animação e game), mas pode passar meio despercebida aqui no Brasil! Portanto não marque bobeira e, na primeira oportunidade, faça o seu mergulho para o oculto! Vai ser divertido.

Tô Lendovantagens
  • Saiu no Brasil! Pela Devir.
  • História fechada em um volume
  • Leitura fluída e divertida
  • Uma mudança de cenário muito bem vinda dos quadrinhos habituais
  • Personagens extremamente carismáticos
Tô Lendodesvantagens
  • Tem outros dois volumes que eu não li, então não posso garanti-los. Mas, tendo inclusive lido outras coisas da dupla criativa, posso afirmar com quase toda certeza “vai na fé”
  • A capa e a folheada podem não ser muito convidativas. Mas é só começar a ler que você vai embora! Vale bem à pena.
  • Não gosto tanto do formato. Acho que a arte e as cores seriam ainda melhor apreciadas com um pouco mais de “respiro”, naquele clássico formatão de álbum europeu, saca?

Quero aproveitar o finalzinho da coluna para agradecer, mais uma vez, meu amigo de além mar Alfredo Albano, pelo regalo. E espero encontrar por aqui outros fãs da inusitada dupla de investigadores do oculto. APAREÇAM, DEMÔNIOS!

Tô LendoAlgumas imagens!
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
DOG MENDONÇA E PIZZABOY
2020-10-06T15:12:05+00:00 7 de outubro de 2020|0 Comentários