CDC #132 – LADY KILLER

Início/Caverna do Caruso, Destaques, Leia!/CDC #132 – LADY KILLER

A Darkside Books já tinha encontrado um lugarzinho no meu coração com o lançamento de Samurai Shirô, do Danilo Beyrtuh, mas cravou uma faca de cozinha e uma marca permanente com LADY KILLER, uma excelente graphic novel de ação non stop num arco fechado em volume único!

A trama é bem simples: Josie Schuller é uma dona de casa, que cuida do marido, dos filhos e precisa lidar com a sogra imigrante e preconceituosa, mas nada disso lhe causa preocupação porque nas horas vagas ela também é uma assassina profissional!

Ok, “nas horas vagas” foi só pra dar mais impacto à frase, na verdade ela é mais assassina em tempo integral e dona de casa nas horas vagas. Tanto que quando ela decide se aposentar, outros assassinos da agência são enviados para fazer a “queima de arquivo”.

Até aí, nada que a gente não tenha visto em um zilhão de tramas de assassinos profissionais (oi, RED, turubom?), mas o que diferencia essa obra é a charmosa ambientação nos anos 50, misturada com a violência e dinamismo contemporâneo, criando algo bastante inovador. A arte de Jöelle Jones é sensacional, ao mesmo tempo pegando emprestada aquela elegância jamesbondiana dos filmes antigos, mas sem economizar na hora da porradaria.

O acabamento gráfico da Darkside Books também merece destaque: com um papel mais fosco que absorve bem as cores (que aliás são da maravilhosa Laura Allred), a impressão que ressalva a “sujeira” na borda das páginas e a sobrecapa do encadernado que fazem o livro parecer uma caixa de sabão em pó, incrementam ainda mais o prazer da leitura. O volume também conta com uns extras muito divertidos, como anúncios vintages destinado às donas de casa de antigamente, mas carregado de um delicioso humor sombrio!

Se você ama I Love Lucy e Kill Bill, essa é a HQ vai chacoalhar os seus mundinhos!

Tô Lendovantagens
  • Saiu no Brasil! Pela Darkside books, que marca presença forte nas livrarias. Ou seja, nada difícil de encontrar.
  • Um volume só! Sem grandes compromissos aqui.
  • Muita ação, o que faz dessa uma leitura bem ágil
  • Ideia original
  • Arte bem legal
  • Extras interessantes
  • Belo acabamento gráfico (sei que parece coisa de somelier isso, mas é verdade!)
  • Por ao mesmo tempo “brincar de Barbie” e de “comandos em ação”, acho que esse é um título que pode agradar a ambos os sexos, em especial o público feminino, que nem sempre se vê bem representado nas séries de ação.
Tô Lendodesvantagens
  • A leitura infelizmente é um pouco rápida de mais. Leria fácil, fácil mais três encadernadinhos disso aí
  • Só capa dura. Não sei por que dessa vez não me incomodou tanto (acho que é por causa da sobre capa, talvez), mas como eu falo isso sempre, achei injusto não falar agora
  • Apesar da sobre capa ser uma sacada genial e muito engraçada, ela não ajuda exatamente a vender a obra, então pode passar despercebida pelo seu radar uma visita a livraria. MAS CONFIA EM MIM, PÁRA E COMPRA!

Eu super veria uma série da Lady Killer, em qualquer plataforma que fosse! Mas até agora a internet tá quieta… Alguém sabe de alguma coisa?

Tô LendoAlgumas imagens!
Lady Killer
Lady Killer
Lady Killer
Lady Killer
Lady Killer
Lady Killer
2019-11-20T16:06:53+00:00 20 de novembro de 2019|0 Comentários