Caverna do Ladrão HQ

Caverna do Ladrão é um lançamento da Editora Jambô (quer dizer, “lançamento” é maneira de dizer, porque eu demoro tanto pra escrever que é capaz de já ter saído uma edição de aniversário de 10 anos até a coluna ficar pronta), com quadrinistas Argentinos, perfeito para quem ama o universo medieval de RPG.

Com personagens bem familiares para nós, os autores fazem histórias curtas envolvendo ladrões, guerreiros, magos malignos, sempre mesclando na dosagem certa humor com ação e aventura. Aos poucos, esses personagens e essas histórias vão se cruzando de maneira muito engenhosa, lembrando alguns formatos de improvisação long-form, enriquecendo ainda mais a leitura. Aliás, falando em tipos de RPG e improvisação, um dos meus personagens preferidos do livro foi o ladrão perguntador, que SÓ FALA através de perguntas! Achei muito engraçado isso e nunca imaginei que veria dois mundos tão diferentes (ambos do meu cotidiano) se colapsarem de modo tão magnífico!

A arte é super estilizada e conta bem a história. Me lembrou muito o traço do Gabriel Bá (ou do Fábio Moon, não sei, sempre confundo), que eu curto bastante. Só em uma ou duas tramas muda o desenhista para um camarada um pouquinho mais “careta”, que não chega a comprometer o conjunto da obra.

O livro tem um formato europeu (meio álbum, saca?) e é volume único, gerando uma leitura rápida e divertida, mas que muito provavelmente você vai querer ler mais vezes. Acho que vale bem à pena! (A não ser, é claro, que você odeie RPG. Aí eu já não sei…)

Mas deixa eu tentar continuar te convencendo:

Tô Lendovantagens
  • Saiu no Brasil (êêê!), pela Jambô (êêê de novo) que tem marcado uma presença bacana nas livrarias e convenções, o que quer dizer que não deve ser difícil de achar um exemplar
  • Histórias engraçadas e um excelente senso de humor, o que, misturado ao universo medieval, gera algo novo!
  • Quadrinistas argentinos! Li pouca coisa de argentinos (acho que a lista vai de Mafalda à Macanudo) e é interessante ampliar o horizonte!
  • Arte muito legal, tanto no design dos personagens como no desenvolvimento dos cenários
  • Leitura ágil e volume único! 
  • Como são histórias curtas, é uma excelente “leitura interrompida”, para intercalar com outras leituras de outras coisas.
  • A Jambô não é uma editora muito grande. Comprando esse material, você está ajudando a manter o mercado editorial e SALVANDO O BRASIL DA CRISE ECONÔMICA (sem pressão)
Tô Lendodesvantagens
  • Preto e branco! Normalmente isso não é uma desvantagem, mas nesse caso eu acho que uma corzinha ia ajudar muito o projeto, tanto a identificar o retorno dos personagens como a mergulhar mais a fundo nesse mundo
  • O leitor precisa prestar uma atençãozinha maior para reparar na recorrência dos personagens, no meio de tantos elementos e arte detalhada
  • Eu não gostei tanto do outro desenhista que aparece no meio das histórias
  • A capa e o título parecem tratar de um  livro-regra de RPG de verdade. Como a Jambô também publica esse tipo de material, tem enormes chances da Caverna do Ladrão passar despercebido pelo seu radar!

Se você gosta desse tipo de material, já quero deixar aqui um auto-jabá para outras resenhas na mesma temática, como Hurulla, Em Busca do Pássaro do Tempo e o sensacional Rat Queens, que também saiu aqui no Brasil pela Jambô!

Espero que esse tenha sido mais um acerto crítico!

Tô LendoAlgumas imagens!
Caverna do Ladrão HQ
Caverna do Ladrão HQ
Caverna do Ladrão HQ