CDC #127 Linha do Trem

Início/Caverna do Caruso, Destaques, Leia!/CDC #127 Linha do Trem
Linha do Trem HQ

Essa é uma resenha que eu já tava devendo há um tempo! Sou super fã do trabalho do Rafael Salimena, antes mesmo de saber que era fã do trabalho dele. Eu explico: sabe aquelas tirinhas que volta e meia você compartilha na internet com todo mundo que você conhece? Então, no meu caso, 70% delas eram todas dele.

E agora todo esse trabalho foi compilado num livro lindíssimo pela Editora Draco, que pode ser adquirido facilmente através de um único clique! Mas antes de te convencer a gastar seu rico dinheirinho, deixa eu descrever mais um pouco o trabalho desse menino prodígio conhecido nas redes como LINHA DO TREM (sei lá por quê).

Salimena costuma trabalhar com tirinhas curtas, num formato quadradinho (diferente das tirinhas compridinhas que a gente conhece dos jornais). Seu traço é extremamente fluido, de um jeito que me lembra muito Laerte, no sentido de que parece que ambos não fazem esboço, colocam o nanquim direto no papel (embora todos saibamos que isso não seja possível, pois seria LOUCURA). Os personagens mudam de expressão drasticamente, de um jeito muito exagerado que me faz rir todas as vezes, numa linha meio mangá, sabe? Cara deformada, veia saltando e fundo surtando.

Aliás, isso é outro ponto favorável do trabalho do menino Rafael: cores lindíssimas! Dá gosto de ver. Impossível não ler uma tirinha dele imediatamente duas vezes seguidas. Ah e outra coisa que pira meu cabeção é a temática. Ele tem tirinhas sobre Pokemon, Watchmen, videogame, e uma pletora de etcéteras que fazem referências a todo esse universo que a gente adora, mas não vê tanto retratado com nosso típico humor nacional (vê mais na gringa mesmo). É verdadeiramente um must. (Ironia proposital)

A edição da Draco mantém o formato quadradão das suas tiras e tem uma qualidade de papel impressionante (não tenho aqui os termos técnicos por motivos de quem se importa, mas) as cores saltam da página feito fogos de artifício. Mesmo sendo muitas e muitas tiras, convém fazer a saudável leitura pausada, para durar mais tempo e não prejudicar a apreciação da leitura (sim, sou um sommelier de tirinhas).

Queria aproveitar para fazer um adendo de outro trabalho do Salimena, dessa vez em parceria com o Léo Marinelli que é o Argo´s – Um Fim do Mundo Muito Louco, também da Editora Draco. Com o mesmo humor que lhe é carcterístico em suas tirinhas, aqui temos a oportunidade de ver a brilhante arte do Salimena se expandir para uma história em quadrinho no seu estrito senso, com cenários espetaculares, personagens com designs fantásicos e batalhas épicas, além de piadas muito, muito engraçadas. Leria trocentas edições desse material. Aliás, se tem uma pessoa que merecia ser trancada numa sala produzindo quadrinhos para a gente 24 por dia, é o Raphael Salimena. Quando lançarem essa campanha na Benfeitoria ou no Catarse, por favor me avisem. 

Vamos às vantagens e desvantagens:

Tô Lendovantagens
  • Quadrinho nacional! Êêêê!
  • Muito bem desenhado, muito bem colorido, muito bem escrito
  • Piadas com um timing que eu nunca vi na vida! Até hoje não entendo como isso é possível usando papel e nanquim…
  • Referências ao mundo nerd que tanto amamos (a tirinha do Watchmen me faz rir toda vez que eu leio)
  • Antenado com os dias de hoje e as questões atuais, tudo isso sem perder um pingo do humor
  • Também sobra espaço para humor non sense e caretas bizarras
  • Edição com excelente acabamento gráfico e boa tiragem, o que significa que não deve ser difícil de encontrá-la por aí
Tô Lendodesvantagens
  • A capa não chama tanta atenção para o material, apesar de super bonita. Então pode passar despercebida por você numa livraria
  • Isso não chega a ser uma desvantagem, mas mais um conselho de leitura: tirinhas não foram feitas pra ler como um livro. Elas foram feitas para existir isoladamente, no seu próprio universinho auto contido, de início, meio e punch line. O que acontece quando você lê uma atrás da outra, é que a tira mais engraçada prejudica outra tira também engraçada, por ter sido lida muito próxima da anterior, mais estriônica. SOLUÇÃO: ler uma tira a cada dois dias e ficar andando com esse livro de baixo do braço por dois anos mais ou menos.

Se você ainda não conhecia o trabalho do Raphael Salimena, faça um favor a nós dois e siga ele agora no instagram e no twitter (@linhadotrem). Aproveita e procura também o Paulo Moreira (@PauloMoreria – atenção à posição do i) e Caio Oliveira (@caio_thiago) – esse último ainda quero fazer uma resnhe inteiramente dedicada à sua versão Hipster da Marvel.

Espero que você tenha gostado.

Tô LendoAlgumas imagens!
Linha do Trem HQ
Linha do Trem HQ
Linha do Trem HQ
Linha do Trem HQ
Linha do Trem HQ
2019-09-11T09:25:55+00:00 11 de setembro de 2019|0 Comentários