CDC #123 Duas Vidas

Duas Vidas HQ

“Todo mundo tem duas vidas. A segunda começa no momento em que você descobre que só tem uma.” Impossível não começar a falar dessa HQ por essa citação que resume tão bem a trama do livro e nos faz imediatamente refletir sobre as nossas existências.

Já tem um tempo que eu venho, com perdão do meu linguajar rebuscado, babando o ovo da Editora Nemo e em boa parte por causa de títulos como esse, que, se não fosse por eles, possivelmente jamais seriam publicados por aqui. Duas Vidas é mais um na sucessiva linha de acertos dessa editora que merece a sua atenção.

A trama é bem simples: um sujeito que leva uma vida muito regrada sem qualquer extravagâncias, descobre que tem um câncer terminal. Influenciado pelo irmão – seu oposto completo em personalidade – resolve largar tudo e viver seus últimos dias livre das suas preocupações antigas e se arriscando um pouco mais.

O que poderia parecer uma história sombria e deprê, gera uma trama leve, com diálogos interessantes, momentos divertidos e, ainda que triste em algum aspecto, com direito a um final feliz. Mais importante do que te levar do ponto A ao ponto B, esse miolo é a essência do livro, te apresentando personagens verdadeiros, lugares reais, que te deixam com a sensação de ter vivido aquela jornada de um jeito muito pessoal.

Aliás, o autor intercala cada capítulo com um flashback de algum momento pessoal e marcante do passado do protagonista, que nos ajuda a entender melhor sobre a sua vida e suas motivações.

Tudo isso é feito com o brilhante uso das cores (os flashbacks tem um leve ar “amarelado”, enquanto o presente possui um tom mais duro, documental). A arte é simples e genial. Como adepto nítido da linha clara belga que criou o Tintin, Fabien Toulmé consegue muito com muito pouco, criando expressões e locações com nada além do necessário. Parece que os quadrinhos tomam vida e viram animação na sua frente.

Essa é uma excelente recomendação pra quem precisa de uma pausa do estrionismo super heróico, ou pra quem acha que os quadrinhos são sempre a mesma coisa. 

Vamos a algumas vantagens e desvantagens:

Tô Lendovantagens
  • Saiu no Brasil, pela Editora Nemo, que tem excelente entrada em livrarias, então não deve ser nada difícil achar por aí
  • Arte linda
  • História comovente
  • MAS SEM SER TRISTE PRA C%¨%$¨LHO! (Acho isso importante, não suporto história deprê, foi mal)
  • Um volume só. Comprou, leu, completou. E provavelmente você vai querer ler de novo.
  • Leitura rápida e fluida
Tô Lendodesvantagens
  • Se você espera que alguém atire raio laser dos olhos, esse talvez não seja o quadrinho para você
  • Para algumas sutilezas é importante entender as diferenças culturais entre nós e os franceses e belgas. Coisas que para nós não são nada demais, para muitos por lá são motivos de enrubescimento (uau, escrevi essa palavra achando que o corretor ia acusar e, pra minha surpresa, ela existe mesmo!)

Quadrinhos podem ser uma maravilhosa ferramenta de reflexão! Você não acha?

Tô LendoAlgumas imagens!
Duas Vidas HQ
Duas Vidas HQ
Duas Vidas HQ
Duas Vidas HQ
Duas Vidas HQ
Duas Vidas HQ
2019-07-23T18:27:03+00:00 17 de julho de 2019|0 Comentários