CDC #108 – Divino

CDC #108 - Divino

A Geektopia é uma editora relativamente nova que vem trazendo um material muito bacana para o Brasil. Já falei dela aqui nas colunas sobre Locke & Key, Alex + Ada e a biografia do Stan Lee (se você não leu essas colunas, clica nos nomes e faz esse favor!). E chegou a hora de falar de mais um: O DIVINO.

Importante não confundir com The Wicked and The Divine, que também sai pela Geektopia – uma série interessante, muito bem desenhada, mas que eu achei um pouquiiinho confusa e, por ser uma on going series, não me empolguei de continuar. Essa, aliás, é uma vantagem logo de cara de O Divino: é uma história fechada, num encadernado só!

A trama acompanha a vida de um camarada que tem que fazer um trabalho nas Filipinas, numa ilhota onde estão acontecendo uns troços esquisitos, bem no estilo Lost. Aí esses troços esquisitos vão escalonando, até chegar num nível meio Akira de confusão, com direito a mercenários com coceira no gatilho, fumaça preta e o escambau. Estou explicando mal assim porque não quero estragar a leitura de ninguém, com informações demais. Mas o que você precisa saber é que é muito bem desenhado, a leitura flui bastante e os personagens são muito bem caracterizados. É uma daqueles roteiros que conseguem fazer o surreal parecer bem realista.

E, pra fechar, você tem uma foto referência na última página da história que parte o teu coração e muda completamente a sua perspectiva de tudo que você leu até aquele momento e de tudo que você viveu também. Bateu uma curiosidade? Então vai atrás dessa leitura agora! Seguem aí algumas vantagens e desvantagens para balizar a sua escolha:

Tô Lendovantagens
  • Saiu no Brasil, pela Geektopia, que tem excelente entrada nas livrarias. Não deve ser tão difícil de achar por aí.
  • A revista é muito bem desenhada. Planos abertos, paisagem, tudo bem legal de gastar um tempo observando.
  • Os personagens parecem pessoas reais.
  • Leitura e diálogos bem fluídos.
  • Volume único. Excelente para abrir caminho na sua pilha de leitura e abrir o apetite para mais leituras
  • Perfeito para quem quer uma folga dos super heróis
  • Leitura unissex, eu acho
  • Super indicado para pessoas que não têm o hábito de ler quadrinhos, o que transforma essa obra numa ótima ferramenta catequizadora
Tô Lendodesvantagens
  • Só capa dura. E eu não gosto de capa dura.
  • Por ser uma leitura rápida e por ser capa dura, talvez o custo benefício soe caro para quem tá comprando muita coisa. Vale consultar as promoções virtuais da vida.
  • O nome por algum motivo é bastante esquecível e muito fácil de confundir com The Wicked and The Divine.
  • A essa altura já deve ter dado pra reparar que estou só inventando desvantagens, pra isso aqui não ficar muito vazio, né?

Agora que você me leu, eu quero ler você. Diga aí no comentário se você já leu essa obra e o que achou, ou se não leu e se ficou curioso ou não e por quê. Frase confusa, né?

Bem, tô te aguardando.

Até a próxima e boas leituras!

Tô LendoAlgumas imagens!
CDC #108 - Divino
2018-11-21T13:43:00+00:00 21 de novembro de 2018|11 Comentários
  • Assino embaixo na recomendação. Li quando saiu em 2016 e ainda tá na memória recente.

  • Alexandra Gregório

    De uns tempos pra cá que tô lendo com muita frequência, isso só me faz pegar o dinheiro da peça pra comprar livros e mais livros… kkkk

    • Quando ler, lembra de passar aqui e dizer o que achou! Bjs!

      • Alexandra Gregório

        Tá bom Caruso, Bjs!

  • Ricardo Varotto

    E vamos aumentando a fila…

    • Aproveita essa Black Friday pra ver se encontra uma promoção boa, Ricardo!

  • Léquinho Maniezo

    Depois de um longo inverno voltei para vossa presença e oia… n podia ter sido com um quadrinho melhor. COMO É BONITA ESSA DESGRAÇA!! O bom desse gibi é que é um tanto rápido de ler e a historia tem um contexto cultural bacana. Peguei esse gibi só por causa do Realist e não decepcionou nem um pouco.

    ASSIM COMO SEU TEXTO TAMBÉM NÃO! Abraço O/

  • Menos de SETE REAIS???? Não é possível!!! Não faltou um digito aí não, Washington?

  • Leo Xavier

    Eu tava de olho nessa HQ uns tempos atrás, mas não sabia se valia a pena. Agora, vou comprar pra conferir mesmo! Valeu pela dica, Caruso!