Bebê Hitler

Início/Assista!, Destaques/Bebê Hitler

2018-08-07T13:25:08+00:00 7 de agosto de 2018|6 Comentários
  • Ricardo Varotto

    Novembro de 1963 (11.22.63), do Stephen (Burger) King é foda. Vale muito a pena a leitura. O que vocês não deixaram o Studart explicar é que ele sempre volta para o mesmo dia em 1958, e como a ideia é impedir o assassinato do Kennedy em 1963, ele precisa passar cinco anos esperando por este momento. E se alguma coisa dá merda e ele precisa voltar, a contagem começa toda de novo, além de todas as modificações que ele possa ter feito serem anuladas. Ou seja, para ter sucesso, ele precisaria passar cinco anos aguardando pelo evento e seguir a linha temporal alternativa criada. Foi feita uma mini-série em oito episódios para a TV (Hulu), com o James Franco, mas não ficou tão boa. Cortaram parte da história e acrescentaram outras dispensáveis (como a criação de um “side-kick” para o protagonista). Mas, se não for possível ler o livro, vejam a série mesmo.

    • Boa dica. Vou tentar pela série primeiro. Não sei se é uma falha de caráter minha, mas eu me amarro no James Franco.

      • Ricardo Varotto

        Gosto do James Franco. Já assistiu a Freaks and Geeks, série que, até onde sei, lançou o Franco (e Seth Rogen, e Jason Segel, e…) e que, infelizmente, foi cancelada depois da primeira temporada?